Alunos se furam com medidor de glicose e vão parar em hospital no ES

0
191

Aparelho havia sido descartado irregularmente em um terreno baldio

Dez alunos de uma escola municipal de Jerônimo Monteiro, na região Sul do Espírito Santo, foram levados para o hospital de Cachoeiro de
Itapemirim, na mesma região, depois de se perfurarem com uma lanceta – medidor de glicose, usado por pacientes em tratamento de diabetes.
O aparelho foi descartado irregularmente em um terreno baldio, onde foi encontrado pelos estudantes.


Na unidade de ensino municipal, localizada em Parada Cristal, os alunos — com idades entre 10 e 11 anos — começaram a se furar com o aparelho,
no horário de recreio. Assim que os gestores da escola tomaram conhecimento, recolheram o medidor, acionou os pais dos envolvidos e encaminhou os alunos ao hospital da cidade.

Em seguida, o hospital de Jerônimo Monteiro acionou um médico infectologista e as crianças foram conduzidas para o Hospital Infantil Francisco de Assis de Cachoeiro de Itapemirim (Hifa), onde todos os alunos passaram por triagem e realizaram os procedimentos necessários para evitar qualquer
tipo de contágio de doença transmissível por contato sanguíneo, conforme determina o protocolo de saúde.
A prefeitura reforça que realizará o acompanhamento de saúde desses alunos, no prazo determinado pelo hospital. O município explicou que não sabe
ainda a origem do instrumento, se é de uso hospitalar e ou pessoal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here