Anpo e Ifes assinam termo de cooperação técnica em Barra de São Francisco

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
SONY DSC

O Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) e a Associação Noroeste de Produtores de Pedras Ornamentais do Espírito Santo (Anpo) assinaram, na última quarta-feira (1º), o Termo de Cooperação para o desenvolvimento mútuo de atividades de Ensino, Pesquisa, Extensão, capacitação e atividades culturais no setor de Granito. O acordo prevê execução conjunta de pesquisas e a realização de atividades de capacitação de estudantes e servidores do Ifes, bem como dos trabalhadores do setor.

O primeiro curso oferecido será o de “Gestão Inovadora da Qualidade com foco em empresas de rochas ornamentais”, que abordará temas relacionados à gestão da qualidade, como interpretação das normas ISO 9001 e formação de auditores internos de qualidade. A realização de outros cursos e a participação do Ifes no projeto Pedreira-Escola, laboratório para a capacitação de mão de obra para atuação no setor, serão definidos a partir de planos de trabalho específicos, de acordo com o Termo de Cooperação.

A assinatura do termo aconteceu na cidade de Barra de São Francisco, durante coquetel realizado no Hotel Fazenda Paraíso, e contou com a presença de sócios das empresas representadas pela Anpo, servidores do Ifes e autoridades dos municípios de Barra de São Francisco e Nova Venécia. Segundo o diretor-geral do Campus Barra de São Francisco do Ifes, Jean Rubyo de Oliveira, esse é um primeiro passo para a execução de muitas atividades em parceria com os empresários. “Nós estamos atuando fortemente para contribuir com o crescimento das atividades para as quais nossa região tem vocação, e o setor de rochas ornamentais pode contar conosco”, disse.

O presidente da ANPO, empresario Domingos Sávio Otaviano disse que  as perspectivas deste convênio são as melhores, “O IFES é uma das instituições mais respeitadas da rede Federal em Educação Profissional, sera um avanço no reconhecimento da gestão das atividades do nosso setor, não tenho duvidas. Concluiu Sávio

Para o reitor do Ifes, Denio Rebello Arantes, o Ifes e a Anpo devem se esforçar não só para capacitar os trabalhadores para atuarem com as tecnologias já existentes, mas também desenvolver novas soluções tecnológicas para o setor. “Queremos que nossos trabalhadores dominem a tecnologia italiana de corte e manuseio de mármore e granito, mas temos que ser ousados e pensar em exportar máquinas e equipamentos para a Itália nos próximos 20 anos. Esse é o convite que o Ifes faz à Anpo”, destacou.

O Espírito Santo é o principal produtor e o maior processador e exportador de rochas ornamentais do Brasil. Responde por praticamente metade da produção e das exportações do País. Também concentra mais da metade do parque industrial brasileiro, segundo dados do governo do Estado.

informações/

Leonardo Lopes de Oliveira
Jornalista – (27) 997736599
Instituto Federal de Educação do Espírito Santo
(27) 3357-7502 * (27) 3357-7500 ramal 2002SONY DSCSONY DSCSONY DSCSONY DSCSONY DSC SONY DSCSONY DSC SONY DSC
SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC SONY DSC
12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *