Aracruz, Baixo Guandú, Barra de São Francisco e São Gabriel da Palha receberão, pela primeira vez, uma unidade do projeto Escolas Viva

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
Sedu - 27012017 - EscolaVivaSãoPedro_Vitória1

Aracruz, Baixo Guandú, Barra de São Francisco e São Gabriel da Palha receberão, pela primeira vez, uma unidade do projeto. 

Guto Netto Jornalismo – ADI/ES

Superando a meta estabelecida, o governo do Estado iniciará 2018 com 32 unidades do projeto Escola Viva. Para o próximo ano letivo, 13 municí- pios receberão 15 novas Escolas de Tempo Integral dobrando a capacidade atual do projeto, oferecendo cerca de 20 mil vagas. “Hoje temos 17 escolas com 10 mil vagas e vamos colocar mais 15, totalizando 32 escolas, com 20 mil vagas para nossa juventude. A maior parte é para o Ensino Médio, mas há uma quantidade de vagas, em torno de 15%, para jovens de Ensino Fundamental, do 6o ao 9o ano. Com isso, vamos levar o Escola Viva para 23 municípios capixabas, um modelo que procura acolher melhor a juventude e propiciar uma dinâmica de estudo mais alegra, interessante, vibrante, que comunique melhor com o estilo de vida de cada um”, explicou Haroldo Rocha, secretário estadual de Educação.

Escola Viva é um programa do governo capixaba que oferece educação em tempo integral para alunos do Ensino Médio e nas séries finais do Ensino Fundamental, do 6o ao 9o ano. Toda estrutura física e de pessoal já está sendo viabilizada para a implanta- ção do programa nas novas unidades, onde os estudantes terão um período de turno único, com permanência de 9h30 na escola, com laboratórios, salas temáticas, auditório, biblioteca, refeitório, quadra poliesportiva e ginásio esportivo. Alegre, Anchieta, Aracruz, Baixo Guandu, Barra de São Francisco, Itapemirim, Mimoso do Sul e São Gabriel da Palha receberão, pela primeira vez, uma unidade do projeto. Já Vitó- ria, Vila Velha, Serra, Cariacica e Cachoeiro de Itapemirim receberão novas Escolas Viva. Além desses, Ecoporanga, Linhares, Pedro Canário, Colatina, Montanha, Guaçuí, Muniz Freire, Afonso Cláudio, São Mateus e Iúna já possuem escola em tempo integral.

O secretário disse ainda que, pelo planejamento do governo, até 2030, o Escola Viva deverá atender cerca de 100 mil jovens em idade escolar do Ensino Médio. “Já temos um planejamento ano a ano, com a quantidade de escolas que vão entrar em funcionamento para chegarmos em 2030, que parece longe mas não está tão longe assim, com 300 escolas na rede estadual e atender cerca de 100 mil jovens. Um passos importante que o Estado vai dar para uma educação de excelência, formando um jovem capaz de cuidar da sua vida, do seu destino e com muito conteúdo e conhecimento para, no mundo do trabalho, desempenhar bem sua função”, adiantou. Matrícula Para quem vai fazer rematrícula ou quer ingressar na Rede Estadual de educação, os prazos já come- çam no próximo mês. Ao todo, serão cinco etapas, todas feitas eletronicamente, através do site da secretaria, o www. educacao. es.gov.br. Para 2018, a expectativa da pasta é de matricular cerca de 270 mil alunos na Rede, que tem uma capacidade de atender até 340 mil estudantes. “Está muito prático, muito fácil, para que nenhuma família deixe de matricular seus filhos e que possam ter garantia de uma vaga para o próximo ano”, garantiu Haroldo, destacando que, ao se matricular, o aluno poderá selecionar até cinco op- ções de escola para matrí- cula, garantindo que os anseios de todas as famílias sejam atendidos.

A distribuição das vagas segue os critérios adotados pela rede estadual, em ordem de prioridade: estudante com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação; estudante que reside próximo à unidade escolar pleiteada, desde que tenha vaga; estudante que tenha irmão(s) estudando nessa unidade escolar, desde que tenha vaga, e aluno com menor idade. Para alunos que já estão na Rede Estadual e desejam fazer rematrícula ou trocar de escola dentro da rede, o sistema estará liberado de 16 de outubro a 10 de novembro. Aos que quiserem entrar na Rede, o aluno deverá preencher a pré-matrícula entre 20 de novembro e 21 de dezembro. No dia 12 de janeiro será divulgado o resultado das matrículas para, até 31 de janeiro, as matrículas sejam efetivadas com a apresentação de documentos. As aulas do próximo ano letivo começarão em 5 de fevereiro.

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *