Caminhoneiros fazem vaquinha’ para ajudar dono de caminhão incendiado por criminosos em Vitória-ES

0

Veículo era única fonte de renda do trabalhador e ficou destruído após um ataque criminoso na capital, nesta sexta-feira (19).

Por Naiara Arpini, G1 ES


Carro e caminhão foram destruídos pelo fogo após ataque em Vitória — Foto: Reprodução

Carro e caminhão foram destruídos pelo fogo após ataque em Vitória — Foto: Reprodução

Uma “vaquinha” virtual foi organizada para ajudar o dono do caminhão incendiado durante um ataque feito por criminosos em Vitória, nesta sexta-feira (19). Segundo a família, o veículo era a única fonte de renda do trabalhador.

O caminhão-baú estava estacionado em uma rua do bairro São Cristóvão quando criminosos atearam fogo ao veículo, ainda na madrugada de sexta-feira. Um carro, que estava logo à frente, também foi destruído pelas chamas.

Para a polícia, a ação criminosa tem ligação com a morte de um suspeito no Morro do Macaco, um dia antes.

O caminhão pertence a Ernandes Ferreira Barreto e era usado pelo irmão dele, Manoel, para o transporte de cargas. No momento do incêndio, ele estava com uma carga de aliamentos avaliada em R$ 1 mil. Tudo foi perdido.

A família acredita que os suspeitos tinham a intenção de incendiar um ônibus, mas não encontraram nenhum coletivo.

A nora de Manoel, a customer experience Bárbara Barreto, foi quem teve a ideia de pedir ajuda na internet para arrecadar dinheiro e minimizar o prejuízo deles.

“Fiquei pensando no que eu poderia fazer para ajudar. É a única forma de trabalho dele, não tem outro caminhão para trabalhar. Ele está muito chateado, triste, preocupado”, disse.

A corrente já teve o apoio da cantora Preta Gil, que fez uma doação em dinheiro e divulgou o caso em seu perfil nas redes sociais.

Preta Gil compartilhou link da vaquinha nas redes sociais — Foto: Reprodução/ Instagram

Preta Gil compartilhou link da vaquinha nas redes sociais — Foto: Reprodução/ Instagram

O objetivo é arrecadar, pelo menos, R$10 mil para que a família possa dar entrada na compra de um novo caminhão. Até a manhã deste sábado (20), foram arrecadados quase R$ 4 mil. Veja aqui o link da “vaquinha”.

Clima no bairro

O ataque assustou os moradores do bairro. Segundo Bárbara, esse tipo de ação não é comum no local.

“Meu sogro colocava o caminhão sempre em uma garagem, mas ela é distante da casa dele e, quando ele queria deixar ali, não tinha problema. Os bandidos nunca colocaram fogo em ônibus aqui. Está todo mundo assustado, compartilhando notícia, perguntando o que está acontecendo com o bairro”, contou a jovem.

Ataques

Após o incêndio no carro e no caminhão, criminosos também atearam fogo a um ônibus, na Rodovia Serafim Derenzi. Ninguém ficou ferido.

Para a polícia, a sequência de ataques tem relação com a morte de um suspeito de 19 anos, no Morro do Macaco, durante um confronto com a Polícia Militar.

Desde então, o policiamento na região está sendo reforçado. Um suspeito de participar dos ataques foi preso.