Corpo encontrado na Rodovia do Contorno pode ser de americana que desapareceu

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
velorio-5708244

O corpo de uma mulher foi encontrado parcialmente queimado na Rodovia do Contorno e a família da americana Lena Nanihokulani Aravelo, de 36 anos, que desapareceu desde a última segunda-feira, acredita que a vítima possa ser ela.

Segundo a família, grande parte do corpo encontrado na rodovia foi queimado. Por isso, serão feitos exames de identificação no Departamento Médico Legal (DML).

O corpo foi encontrado às 15h40 de terça-feira, à margem da Rodovia do Contorno, na Serra, próximo a uma empresa de logística.

O asfalto ao redor do corpo estava queimado, indicando que o corpo foi incendiado naquele local. A polícia investiga se a vítima foi queimada ainda viva.

Segundo a família, Lena saiu às 6 horas de casa, em Cariacica, para trabalhar como diarista na Praia de Itaparica, Vila Velha. No entanto, ela não voltou mais para casa.

A ex-patroa dela, que é dentista, soube do desaparecimento e ligou para conhecidos no DML, para saber se havia algum corpo com as características de Lena.

Um conhecido pediu a dentista que a família da americana fosse ao DML, pois havia um corpo com as mesmas características.

Para a família, o corpo é da americana, porém será necessário análise das digitais para confirmação.

A americana é casada com o vidraceiro Leonardo Domingos, de 43 anos, com quem tem uma filha de 1 ano. “Vai ser difícil sem ela. Agora, minha filha ficou sem mãe. Minha pequeninha passou a noite inteira chamando por ela”.

A americana ainda tem outras duas filhas, de 16 e 18 anos, de outro relacionamento. O caso é investigado pela DHPM.

Polícia busca por imagens

A Delegacia de Homicídios e Proteção à Mulher (DHPM), sob o comando do delegado Janderson Lube, investiga o caso.

Segundo o marido da americana Lena Nanihokulani, o vidraceiro Leonardo Domingos, de 43 anos, a polícia informou que vai tentar conseguir imagens de câmeras da região onde o corpo foi encontrado para ajudar nas investigações.

Em nota, a Polícia Civil informou que familiares da americana compareceram ao Departamento Médico Legal (DML), ontem, e cederam material para exames de identificação. O prazo para o resultado do laudo deve sair em até 30 dias.

Lena nasceu em Honolulu, no Havaí (EUA), mas veio para o Brasil junto com a família com 10 anos.

Por tribuna On line

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *