Do auge ao descenso: Ex-jogador da Seleção, Peri da Pituba vira morador de rua em Portugal

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
9a0d567a-60ea-4e45-a3f7-664b17f1e3cf_perivaldo

Ex-lateral-direito da Amarelinha, Perivaldo vive em Lisboa, onde vive vendendo roupas

  • Perivaldo na Seleção (Reprodução Blog Pajeú da gente)

    Yahoo Esporte Interativo – Perivaldo na Seleção (Reprodução Blog Pajeú da gente)

Vestir a camisa da seleção brasileira é o sonho de todo jogador de futebol. A passagem pela Amarelinha rende, para muitos, um sucesso e um futuro em outros clubes para o resto da carreira. Entretanto, como toda ‘regra’, há exceções. É o caso do ex-jogador Perivaldo Lúcio Dantas, mais conhecido como Peri da Pituba.

 

Segundo reportagem do Fantástico, Peri, com passagens pela Seleção em 1981 e 1982, em um time que tinha Zico, Sócrates e Falcão, hoje, é morador de rua em Lisboa, em Portugal. Fora da épica “Tragédia do Sarriá”, quando a Amarelinha foi derrotada pela Itália por 3 a 2 na segunda fase, o ex-lateral-direito vive vendendo roupas na Feira da Ladra.

Perivaldo nas ruas de Lisboa (Reprodução Blog Pajeú da gente)

“Você não viu que os cara me chamou de Grifalvo? Mistura de grife com Perivaldo?”, diz ele.

Com passagens por Bangu, Botafogo e Palmeiras, Peri da Pituba ganhou grande destaque no Bahia, clube que o credenciou a uma vaga na Seleção. Contudo, após uma série de lesões, o ex-jogador acabou pendurando as chuteiras no Alvirrubro Suburbano. Após o abandono no esporte, pouco se sabe sobre a vida do ex-lateral. De acordo com a Federação Portuguesa de Futebol, não há registro de nenhum jogador brasileiro com o nome de Perivaldo.

Fazendo parte de uma Amarelinha com grandes nomes, Peri revelou quem eram os seus maiores companheiros nos tempos de Seleção.

“Quando eu cheguei na seleção brasileira, Zico e Junior foram um dos meus maiores amigos, que me deram mais apoio”, declarou.

Hoje comentarista de futebol, Júnior confessou que a situação de Peri nos dias de hoje incomoda.

“A gente fica muito chateado. Ele era um cara muito engraçado, que adorava pegar no pé dos companheiros. Tava sempre brincando. A gente só espera que ele possa ter força, como ele tinha quando ele jogava, para poder sair dessa situação”, frisou.

Perivaldo com a camisa da seleção brasileira (Reprodução Internet)

Apesar de não ter uma boa condição em Portugal, Peri revelou que tem planos de deixar o país e voltar a sua terra natal.

“Sinto muitas saudades da minha mulher também, da Virgínia, dos meus filhos. Os meus netos sempre estão me cobrando. Meu avô dali, meu avô daqui”, revelou.

Ciente da situação do ex-lateral, o vice-presidente da Federação Nacional dos Atletas de Futebol, Alfredo Sampaio, prometeu ajudar Peri em caso de volta ao Brasil.

“Temos que abraçar o Perivaldo. É um atleta que teve história no Brasil, está numa terra distante. Se a questão for ele voltar para o Brasil, vamos patrocinar a volta dele”, garantiu.

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *