B.S.F*Secretaria Municipal de Meio Ambiente trás para o município Programa Reflorestar e beneficiará Cachoeirinha de Itaúnas.

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
DSC_0133
DSC_0133
O Programa Reflorestar é uma iniciativa do Governo do Estado do Espírito Santo

Secretaria Municipal de Meio Ambiente trás para o município Programa Reflorestar e beneficiará Cachoeirinha de Itaúnas.

 

Através da Secretaria de Meio Ambiente o município irá aumentar sua cobertura verde, cumprindo com o objetivo da Secretaria e do Programa. O município que antigamente não tinha sido contemplado pelo projeto agora irá se beneficiar com essa conquista.

No dia 19 de Novembro de 2013 as 19 horas no Auditório da Escola Municipal de Cachoeirinha de Itaúnas aconteceu a primeira reunião com os agricultores rurais da região, estiveram presente no momento cerca de 60 agricultores rurais, a Secretária de Meio Ambiente Adriana Herzog, Vice-Prefeito Matheus, o Presidente da Associação de Moradores e Agricultores de Cachoeirinha de Itaúnas Sebastião, o Presidente da Câmara Carlos Rubens e o representante da SEAMA/IEMA pelo Programa Reflorestar Marcos Sossai.

O Programa Reflorestar é uma iniciativa do Governo do Estado do Espírito Santo e tem como objetivo manter, recuperar e ampliar a cobertura florestal, com geração de oportunidade e renda para o produtor rural por meio da doação de práticas de uso amigável do solo.

Quem pode participar do programa? Todo produtor rural, sendo prioridade para aquele pequeno produtor, que destina ou queira destinar parte de sua propriedade para fins de preservação do meio ambiente ou para práticas rurais sustentáveis.

O beneficio do programa para o município será enorme e também para os agricultores adeptos, o incentivo será por Pagamento por Serviços Ambientais – PSA, onde o agricultor receberá para preservar a mata, recurso hídrico e/ou também receberá recursos financeiros necessários para aquisição de insumos para viabilizar o plantio florestal de novas áreas, como mudas, material para cercamento, adubo e outros.

Os valores máximos investidos pelo Programa para aquisição de insumos e para o Pagamento pelos Serviços Ambientais-PSA, dependerá da modalidade a qual o agricultor irá se enquadrar, sendo elas: Floresta em pé, Recuperação com Plantio, Regeneração Natural, Sistema Agroflorestal, Sistema Silvipastoril, Floresta Manejada.

O programa dará inicio na região de Cachoeirinha de Itaúnas, região importante para abastecimento hídrico do município de Barra de São Francisco e em seguida irá ampliar para o restante do município.

A proposta é dar início ao projeto logo no início do ano de 2014, sendo meta do governo ampliar a cobertura vegetal do estado em 30 mil há até 2014 e Barra de São Francisco estará incluída nesta porcentagem.

O município vem sofrendo com a escassez hídrica e uma das formas de se evitar isso é preservando nossas nascentes e conservando nossos rios.

O cadastramento das propriedades rurais já se encontra em aberto, podendo ser realizado na Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Para o cadastramento é necessário,Identidade e CPF, Comprovante de Residência, Certificado de Cadastro do Imóvel Rural – CCIR, Certidões Negativas de débitos federal, estadual e municipal.

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *