Gêmeas siamesas de seis meses de idade começam a expandir os tecidos da pele para que possam ser separadas

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
722

As gêmeas siamesas que nasceram unidas pelo abdômen estão dando os primeiros passos para serem separadas. Elas começaram a ter o tecido da pele desenvolvido a fim de passarem pela cirurgia tão aguardada pelos pais.

Knatalye Hope e Adeline Faith pesavam 3 kg cada uma quando nasceram com 31 semanas no dia 11 de abril deste ano Hospital Infantil do Texas. Elas vivem em Houston, nos EUA.

Agora aos 6 meses de idade as crianças compartilham um fígado, diafragma, pélvis, intestinos e parte dos revestimentos do coração. Elas permanecem na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal do hospital desde que nasceram.

Agora elas começaram a passar por um processo de expansão do tecido, o qual deve durar entre seis e oito semanas. Elas vão ter a pele esticada para que possa ser usada

para cobrir seus corpos assim que forem separados. A cirurgia de separação é prevista para ocorrer em dezembro deste ano.

A operação minuciosa deve ocorrer em suas etapas. Médicos especialistas em pediatria, urologia, cirurgiões plásticos, ortopédicos, cardíacos e ginecológicos devem ser envolvidos no trabalho.

Gêmeas siamesas começam a expandir os tecidos da pele para que possam ser separadas

A equipe de separação vai iniciar o processo, e, em seguida, uma equipe de reconstrução vai assumir para finalizar o procedimento.

77

Após a separação as meninas vão passar por reabilitação intensiva para aprenderem a se equilibrar e engatinhar individualmente.

A mãe das gêmeas, Elysse, tem um filho de 5 anos de idade, Azarias, junto do marido John. Ela alegou estar extremamente preocupada sobre a futura operação.

777

Fonte: NY Daily News

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *