Homem vai a hospital para tratar problemas nos rins e tem pênis amputado

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
438
Um homem está processando um hospital depois de ser submetido a uma operação nos rins e ter seu pênis amputado.
Costica Maroleanu, de 55 anos, havia ido a um hospital de Buzau, na Romênia, devido a problemas de insuficiência renal. Segundo ele, após a cirurgia foi informado de que haviam ocorrido algumas complicações operatórias.
“Aparentemente a enfermeira não havia encaixado corretamente um pequeno tubo de plástico para me ajudar a urinar, e meu pênis ficou vermelho e infectado. Fui transferido para a UTI e quatro dias depois para o departamento de nefrologia”, contou o paciente.

Um homem está processando um hospital depois de ser submetido a uma operação nos rins e ter seu pênis amputado.

Segundo ele, foi realizada uma operação, mas logo em seguida o médico responsável saiu de férias.
44
Maroleanu foi então transferido para outro hospital, onde os médicos concluíram que seu pênis estava necrosado. A única alternativa era a amputação.
“O membro estava preto e o restante da pele na base era altamente infecciosa. Foi recomendado a ele remover os elementos necróticos, gerando a amputação”, comentou um porta-voz do hospital.
O homem afirmou que teve seu membro completamente cortado. Segundo ele, para urinar ele usa um orifício feito pelos médicos entre os testículos e ânus. “Eu urino como mulher. Estou arrasado”, comentou.
O paciente está agora processando o primeiro hospital onde foi tratado, alegando negligência. Ele pede 500 mil euros de indenização.
“Se eles não tivessem estragado as coisas no início, isso não teria acontecido”, concluiu.
Fonte: Mirror
12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *