Investigadora da Polícia Civil é encontrada morta em Barra de São Francisco

0

Uma policial civil, de 63 anos, foi encontrada morta no final da noite de segunda-feira (30/09/2019), em uma rua do Centro da cidade de Barra de São Francisco. A vítima foi identificada como Jaira Fernandes da Silva.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado pelos policiais militares, Jaira foi encontrada por moradores desacordada, caída na avenida Prefeito Antônio Valli. As pessoas acionaram o serviço médico.

Um delegado da Polícia Civil também esteve no local junto com uma ambulância do Corpo de Bombeiros, que encaminhou a vítima ao hospital. No entanto, segundo o boletim, Jaira já chegou ao local morta.

Os policiais informaram na ocorrência que foi constatado a vítima não apresentava sinais de violência. Câmeras de videomonitoramento da região devem ajudar a polícia a investigar o caso.

O corpo dela foi encaminhado ao Serviço Médico Legal (SML) de Colatina, onde deve passar por exames que podem apontar a causa da morte de Jaira.

Em nota, o chefe de Polícia Civil, delegado José Darcy Arruda, lamentou a morte da policial. Jaira exercia a função de investigadora e trabalhava atualmente na Delegacia de Polícia de Fundão.

Ela entrou para a polícia em fevereiro de 2014 e, nesses três anos, já haia trabalhado nas Delegacias Regionais de São Mateus e Barra de São Francisco. Arruda destacou que Jaira completaria 64 anos neste mês.

“Jaira fez amigos, demonstrou competência e força de vontade ao atuar na Polícia. Por isso o seu ótimo desempenho e grande espírito de colaboração nas operações policiais no norte e no noroeste do Estado foram reconhecidos por meio de um elogio em sua ficha funcional. A Polícia Civil tem muito a agradecer a essa policial pelo seu brilhante trabalho!”, disse o chefe de Policia Civil em nota.

Arruda finalizou o texto manifestante solidariedade aos amigos e colegas que ela conquistados por Jaira na polícia e aos familiares da investigadora.

Nota da Polícia Civil do Espírito Santo