Irmão e irmã que tinham um relacionamento amoroso matam os pais e desmembram corpos antes de dar aos cães da família.

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Um irmão e sua irmã, que tinham um relacionamento amoroso, admitiram o assassinato de seus pais que tiveram seus corpos desmembrados dados aos cães da família.

Leandro Acosta, de 25 anos, e Karen Klein, de 22, alegaram ter atirado e matado os pais porque eles abusavam de seus irmãos mais novos, gêmeos de 11 anos de idade.

O crime horrível só foi descoberto quando a polícia encontrou parte do osso pélvico da mãe, Miryam Kowalczuk, em um balde de tinta no terraço da casa em que vivia, em Pilar, Buenos Aires, Argentina.

Um parente suspeitou que algo estivesse errado após ser proibido de entrar na casa da família. Leandro era filho de Miryam, e Karen de Ricardo Klein, o homem assassinado.

121

O assassino teria confessado o crime e admitido comer parte do cadáver de seu padrasto, quando dava pedaços do corpo para os seis cães da família.

De acordo com Karen, Leandro atirou em seu pai enquanto ele estava dormindo e, em seguida, atirou em sua mãe quando ela caminhava próximo à porta.

Ele, então, teria cortado e queimado as partes dos corpos que não foram dadas aos animais de estimação.

Leandro teria sido vítima de maus-tratos por parte do casal quando criança.

Vários sacos de lixo foram levados para um terreno baldio nas proximidades e estão sendo analisados.

Fonte: DailyMail

Irmão e irmã que tinham um relacionamento amoroso matam os pais

Leandro Acosta e Karen Klein, dois irmãos que tinham relacionamento amoroso, assassinaram seus pais e deram os corpos desmembrados aos cães da família.

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *