Já está na cadeia acusado de matar vendedora em Colatina

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
jania34-5133767

Jania Tesch, de 45 anos, estava em uma lanchonete, no bairro Vila Amélia, quando foi atingida por uma bala perdida. Ela foi socorrida mas não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital Silvio Avidos

 Um dos suspeitos de assassinar a vendedora Jania Tesch, de 45 anos, foi preso nesta quinta-feira (1º), em Colatina, na região Noroeste do Espírito Santo. Leonardo Gomes do Nascimento, conhecido como “Uga-Uga”, foi localizado pela polícia no bairro Nossa Senhora da Aparecida.

O crime ocorreu no dia 5 de março, durante uma seresta, no bairro Vila Amélia. O alvo dos bandidos era Gustavo da Silva Chieppe, que foi morto no local. Jania, que não tinha nada a ver com a história, foi atingida por uma bala perdida e morreu no Hospital Silvio Avidos.

A 15ª Delegacia Regional da Polícia Civil informou que Leonardo Gomes do Nascimento e Ruan Soares Zurlo, conhecido como Pirulito, foram os autores do crime que matou Gustavo da Silva Chieppe, de 27 anos, e Jania Tesch em frente a uma lanchonete. No entanto, Ruan foi assassinado quinze dias após a morte de Jania, no bairro Vicente Soela, no dia 20 de março.

Ainda de acordo com a polícia, a dupla já era indiciada pela morte de Isaque Cassaro da Costa, assassinado no dia 12 de fevereiro deste ano, no bairro Nossa Senhora da Aparecida. Todos os crimes tiveram como motivação o tráfico de drogas.

A irmã de Jania, Lucineia Tesch, contou que se sente um pouco aliviada, mas tem receio por não saber até quando a justiça será feita. “Eu não me sinto de alma lavada porque a prisão de Leonardo não vai trazer minha irmã de volta”, comenta.

O caso

Dois homens chegaram de moto atirando em direção a Gustavo da Silva Chieppe, de 27 anos, em frente a uma lanchonete, no bairro Vila Amélia. Ele foi atingido por sete tiros e morreu no local.

Durante a ação dos bandidos, Jania Tesch, 45, estava sentada na lanchonete e acabou sendo atingida por uma bala perdida na altura da costela. Ela chegou a ser socorrida por moradores para o Hospital Silvio Avidos, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Os moradores disseram que, na hora do crime, acontecia uma seresta no local. A lanchonete estava bem movimentada. Após os tiros, as pessoas saíram correndo da lanchonete. Os suspeitos fugiram de moto.

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *