Jovem de Afonso Cláudio constrói ‘pipódromo’ na cidade

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
058

Rodrigo, que reside no município solta pipa há 20 anos. Mas, há dois, a ideia de construir um local seguro para a atividade foi colocada em prática

Foto: Internauta | Gazeta OnlineRodrigo Mafessoni Pimenta criou há dois anos, junto com amigos, um “Pipódromo” em Afonso Cláudio

Soltar pipa é uma atividade presente na vida de muitas pessoas há séculos. Apesar de atividade antiga, a prática não deixou de ser a paixão na vida do operador de máquinas Rodrigo Mafessoni Pimenta, 31. Para estimular a brincadeira de forma segura, o operador construiu, junto com amigos, um “pipódromo” no bairro São Vicente, em Afonso Cláudio.

Rodrigo, que reside no município, solta pipa há 20 anos. Mas, há dois, a ideia de construir um local seguro para a atividade foi colocada em prática. O operador conta que a Prefeitura de Afonso Cláudio tinha um terreno que não usava e, então, cederam para a construção. “Vários amigos ajudaram a construir e apoiaram a ideia. Nós fizemos em cima de um morro, que é onde o vento toca as pipas”.
Foto: internauta Rodrigo Mafessoni Pimenta“Pipódromo” é criado em Afonso Cláudio para moradores soltarem pipa com segurança

O sucesso da ideia foi tanto que os moradores criaram um grupo no WhatsApp, para marcarem de soltar pipas juntos. No fim de semana o local recebe, em média, 150 pessoas. “Há muitos trabalhadores que esperam o fim de semana ansiosos. É um esporte praticado por várias pessoas. Tem muita criança e adulto lá, que passam a tarde inteira”, relata Rodrigo.
O operador diz que a existência do local é importante para praticar a atividade de forma segura e busca, também, incentivar as crianças a soltarem a pipa corretamente. “A linha é perigosa, principalmente na rua, pois há pedestres e motociclistas. No ‘pipódromo’ não pode andar de bicicleta e, os motociclistas recebem avisos. É importante ensinarmos a praticar corretamente”, finaliza Rodrigo.
Festivais
Rodrigo explica que, quando percebe que alguma família precisa de ajuda, organiza festivais no “pipódromo” para arrecadar alimentos. Recentemente, foi promovida uma disputa entre Afonso Cláudio x Laranja da Terra. Cada participante levou uma doação para uma família na qual o filho está com câncer. “Muitas municípios trazem os grupos para participarem. Já realizamos festivais com Cachoeiro, Vitória, Vila Velha, Itaguaçu”, finaliza Rodrigo.
12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *