Mitos e verdades sobre a queima de gordura durante o exercício

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
istock-538983490

Por Gerseli Angeli e Turíbio Barros, Miami, EUA

Queimar gordura durante a atividade física é um dos objetivos mais prevalentes entre os praticantes de exercícios físicos. Entretanto, existem informações equivocadas que prejudicam e até desestimulam, principalmente os iniciantes. Uma delas é a de que só começamos a queimar gordura certo tempo após o início do exercício. Não se sabe de onde surgiu a informação de que só após 20 minutos de exercício começamos a queimar gordura.

O indivíduo com vida pregressa de inatividade já fica desanimado em pensar que somente depois de caminhar quase meia hora é que ele estaria começando a reduzir sua gordura corporal. Na realidade, esta informação absolutamente não procede. Ao iniciar uma atividade física, os músculos imediatamente elevam seu metabolismo para aumentar a produção de energia incrementando o gasto calórico.

 

Ao iniciar uma atividade física, os músculos imediatamente elevam o metabolismo (Foto: Getty Images) Ao iniciar uma atividade física, os músculos imediatamente elevam o metabolismo (Foto: Getty Images)

Ao iniciar uma atividade física, os músculos imediatamente elevam o metabolismo (Foto: Getty Images)

O tipo de nutriente que vai ser utilizado para a queima calórica é sempre uma mistura de carboidrato e gordura. Logo no início do exercício a mistura tem mais carboidrato do que gordura, entretanto nos exercícios de intensidade moderada, mas gradualmente a utilização da gordura vai aumentando. Quando o exercício é de boa tolerância, rapidamente a queima de gordura prevalece em relação à utilização dos carboidratos, o que inclusive contribui para que o exercício possa se prolongar.

O que também é importante ressaltar é a necessidade de quantificar a eficiência do exercício para a redução do peso corporal através do gasto calórico total da atividade realizada. Mais uma vez vale lembrar que o importante é gostar do exercício e praticar por prazer, e não como obrigação. A perda de peso com redução da gordura corporal vai ser uma consequência natural.

 

*As informações e opiniões emitidas neste texto são de inteira responsabilidade do autor, não correspondendo, necessariamente, ao ponto de vista do Globoesporte.com / EuAtleta.com.

 

Mestre e Doutor em Fisiologia do Exercício pela EPM. Membro do conselho científico da Midway Labs, professor e coordenador do Curso de Especialização em Medicina Esportiva da Unifesp e fisiologista do São Paulo FC e coordenador do Departamento de Fisiologia do E.C. Pinheiros. Membro do American College of Sports Medicine. www.drturibio.com (Foto: EuAtleta) Mestre e Doutor em Fisiologia do Exercício pela EPM. Membro do conselho científico da Midway Labs, professor e coordenador do Curso de Especialização em Medicina Esportiva da Unifesp e fisiologista do São Paulo FC e coordenador do Departamento de Fisiologia do E.C. Pinheiros. Membro do American College of Sports Medicine. www.drturibio.com (Foto: EuAtleta)

Mestre e Doutor em Fisiologia do Exercício pela EPM. Membro do conselho científico da Midway Labs, professor e coordenador do Curso de Especialização em Medicina Esportiva da Unifesp e fisiologista do São Paulo FC e coordenador do Departamento de Fisiologia do E.C. Pinheiros. Membro do American College of Sports Medicine. www.drturibio.com (Foto: EuAtleta)

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *