Moradores depredam viatura e hostilizam a PM durante briga entre duas estudantes no Norte do ES

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
moradores-depredam-viatura-e-hostilizam-a-pm-durante-briga-entre-duas-estudantes-em-bebedouro

Moradores depredam viatura e hostilizam a PM durante briga entre duas estudantes em Bebedouro

Policiais militares tiveram viatura apedrejada ao separar a agressão que era acompanhada por cerca de 50 pessoas.

  •  
Uma viatura da Polícia Militar foi danificada quando dois policiais atendiam uma ocorrência de briga entre duas estudantes da Escola Estadual de Ensino Fundamental “Manoel Abreu”, no distrito de Bebedouro, no interior de Linhares, na noite desta quarta-feira (28). Moradores passaram a apedrejar os soldados e o vidro traseiro do veículo foi quebrado. A confusão ocorreu por volta de 22h30, na localidade conhecida como “Espera Tapa”, região onde são constantes os ataques da população contra a polícia, “sendo que a população costumeiramente tenta impedir à força que a polícia execute detenções e prisões”, de acordo com o boletim de ocorrência.
No local os policiais se depararam com duas estudantes se agredindo na rua e cerca de 50 pessoas incitando as duas à prática de violência. De acordo com informações que constam no Boletim de Ocorrência policial, os policiais militares precisaram utilizar spray de pimenta e imobilizar as duas no chão “devido aos ânimos exaltados e à periculosidade do local” que é conhecido por intenso tráfico de drogas. A atuação da PM não agradou os moradores que assistiam a briga entre as duas estudantes.
Eles começaram a hostilizar os policiais e a dizer que as jovens não seriam presas. Elas passaram a resistir à prisão e a população começou a apedrejar os militares. Temendo pela própria segurança e das detidas, foi preciso usar força moderada vencer a resistência das detidas e colocá-las no compartimento da viatura. Durante a ocorrência, algumas pedras acertaram a viatura, quebrando totalmente o vidro traseiro do veículo. Por pouco, os militares também não foram atingidos. A PM informou que não foi possível fazer a detenção dos autores do dano.
As detidas foram conduzidas à 16ª Delegacia Regional de Linhares. A Polícia Civil informou que nenhuma delas quis representar contra a outra e foram liberadas. As fotos são da Polícia Militar.
12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *