Mulher morde língua de estuprador durante ataque e guarda pedaço para garantir prova de DNA e condenar pervertido

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
112

Uma mulher revelou como mordeu a língua de um homem que a estuprou, para conseguir provas de DNA durante o abuso.

Adele Barber estava a caminho de casa, depois de uma consulta médica, em janeiro do ano passado, quando um homem a parou na rua. Depois da recusa do flerte, o homem correu atrás dela e a empurrou contra uma parede, começando o abuso íntimo.

Em declarações ao programa de TV “This Morning”, da Inglaterra, a mulher revelou que conseguiu garantir uma condenação ao acusado após morder sua língua.

Mulher morde língua de estuprador durante ataque e guarda pedaço para garantir prova de DNA

Explicando sobre o ataque, ela disse: “Ele tentou me beijar e forçou sua língua na minha boca. Eu então o mordi com toda força que pude, a fim de conseguir ter uma prova de DNA e causar dor para ele me largar.”

Após a mordida, o acusado largou Adele, aparentemente devido à dor causada. Ela correu rapidamente para a casa com a ponta da língua do acusado em sua boca, preservando o material para ser levado até a polícia.

Dez anos antes ela já havia sido estuprada, mas o caso foi adiado, pois não teve provas suficientes para uma condenação.

O homem responsável pelo ataque recente acabou preso pela polícia, e identificado pelo DNA colhido e preservado pela mulher. Ele foi internado em uma clínica psiquiátrica por tempo indeterminado.

Adele deu um conselho para as pessoas que se encontrarem na mesma situação que ela, dizendo: “Se você puder, lute o tanto que você conseguir, pegue o máximo de provas possíveis no ataque e chegue à polícia o mais rápido que der.”

Fonte: Metro

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *