“Não há risco de paralisação do serviço da PM por falta de combustível”, garante Tenente Prates

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
tentente-prates-340x333

“Não existe racionamento, o que existe é um controle baseado na média de consumo das viaturas”, diz Comando da Polícia de Barra de São Francisco

O Comando do 11º BPM na pessoa do Chefe de Relações Públicas, Tenente Vitor Prates Ribeiro, vem a público esclarecer a matéria veiculada em sítios eletrônicos locais de que: “VIATURAS DA PM DE BARRA DE SÃO FRANCISCO ESTÃO SEM COMBUSTÍVEL, ALERTA DEPUTADO GILSINHO LOPES”.

Não existe racionamento, o que existe é um controle baseado na média de consumo das viaturas visando uma melhor utilização dos recursos públicos. Esse controle está inserido nos princípios constitucionais que regem a administração pública ao buscar a eficiência da aplicação dos recursos. No início do ano foi realizado um estudo das médias de deslocamento diário das viaturas administradas pelo 11ºBPM, posteriormente foram estabelecidas metas e caso as viaturas excedam as médias normais de consumo cabe aos comandos de Companhias locais justificarem o excesso, apresentando os boletins de atendimento de ocorrências que foram demandados. Sendo justificado, não há responsabilização do policial pelo excesso. O que está sendo feito não é um racionamento, mas sim uma moralização no consumo.

O empenho dos recursos operacionais da Polícia Militar, na missão de polícia ostensiva e preservação da ordem pública, é determinada por dados estatísticos, relatórios de inteligência e por metodologia baseada na análise criminal. Por fim, esclarece que não há risco nenhum de paralisação do serviço policial militar ou redução do policiamento por falta de combustível.

É compromisso do Comando do 11º BPM que sempre que houver a necessidade de acionamento e prestação da proteção preventiva, assistência e socorro, a Polícia Militar se deslocará ao local do fato com o máximo de presteza e não poupará esforços para dar o devido encaminhamento às ocorrências.

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *