“O medo foi demais”, diz produtor rural que teve neta de 5 anos na mira de ladrões fortemente armados

0

Por Claudio Caterinque/tc on line

Feito refém por várias horas junto com a neta de cinco anos e o genro, o produtor rural no interior de São Mateus Jeferson Denoni fez um desabafo: “A gente se sente inseguro. Não tem segurança de nada porque a gente fica abandonado lá na roça”. Em relação à ação criminosa, ele afirma que passou por momentos de muito medo diante da incapacidade de defender a netinha. Ele relata que ficou amarrado e com os olhos vendados o tempo todo, e ainda teve que ensinar um criminoso como dirigia o veículo roubado, uma S10.

Tudo aconteceu no Córrego do Dezoito, em São Mateus na estrada que liga o Km41 ao município de  Jaguaré

“O medo foi demais. Tudo o que aconteceu comigo e com ele [o genro] ainda estava
mais ou menos bom. O nosso maior medo era a menina. Graças a Deus, eles não
fizeram nada, não agrediram, mas passamos um susto grande. Isso vai demorar passar
porque depois que você fica dentro de uma mata de eucalipto, sem saber de nada, sem
saber onde você está, o que vai pensar. É um terror muito grande. Acho que alguém
poderia tomar alguma providência. Estamos lá no mato, mas trabalhando e produzindo,
alimentando o povo da cidade”.