Pequenas e lucrativas: criação de codornas é alternativa para empreendedores rurais

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
Granja Santa Angelica - Barra de São Francisco1

 

 

 

Pequenas e lucrativas: criação de codornas é alternativa para empreendedores rurais

 

Os ovos de codorna, um dos principais aperitivos da culinária brasileira, são uma opção rentável para os pequenos proprietários rurais; pela facilidade no manejo e pela boa lucratividade.   Para iniciar a produção não é necessário um grande investimento.  A estrutura requerida para a sua produção é relativamente pequena, ideal para pequenas propriedades rurais.

 

Quem apostou na produção dos ovos e demonstra satisfação com os resultados do investimento é o casal Rogério Panceri de Oliveira e Sirlane Mageske Coimbra, de Barra de São Francisco, região Norte do Espírito Santo. A produção que o casal comercializa para consumo local e também para a Grande Vitória, chega a quase 50 mil ovos semanais. O diferencial do produto é a venda dos ovos já em conserva, em pacotinhos de 60 unidades cada.

 

Rogério e Sirlane explicam que a ideia da produção veio com a informação adquirida por ambos, por meio de áreas do conhecimento distintas. Ele, comerciante, já conhecia os pontos de venda da iguaria na região e comercializava os ovos produzidos por outros produtores. Já ela, ao fazer um trabalho na faculdade de Zootecnia, sobre as principais vantagens da coturnicultura – ou criação de codornas –percebeu a potencialidade do novo negócio.  Para dar inicio à produção, que teve início em março de 2014, o casal buscou recursos no Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes).

Granja Santa Angelica - Barra de São Francisco

A “Granja Santa Angélica” atualmente trabalha com a criação de cinco mil codornas, metade de sua capacidade máxima. Os planos para expansão já estão feitos. “Mas vamos trabalhando aos poucos, não adianta dar um passo maior que a perna e não dar conta da demanda”, explica Rogério; ressaltando que há muito mercado que possibilita a expansão das vendas.

 

Sirlane afirma ainda que as codornas são fáceis de manusear, de rápido crescimento e produtivas, ideal para criadores inexperientes. “Trabalhamos na produção seis pessoas, sendo que duas são diaristas que trabalham apenas nos dias que vamos fazer os ovos em conserva”, esclarece.

 

Outro motivo que torna a criação de codornas rentável é o aumento do seu consumo pelos brasileiros; seja pelo sabor ou pelas propriedades a eles atribuídas pela sabedoria popular – como a afirmação de do ovo de codorna ser um poderoso afrodisíaco. Quanto a esse poder da iguaria Sirlane brinca “Lá em casa está dando certo”, responde colocando a mão na barriga. A pequena Angélica irá nascer daqui a alguns meses.Granja Santa Angelica - Barra de São Francisco2

 

 

Informações à imprensa

Núcleo de Comunicação e Marketing do Bandes

Wilson Peçanha Igreja Campos

Tel.: 3331-4352/ 99945-5907

wilsonigreja@bandes.com.br

Leonardo Fernandes Iannone

Tel.: 3331-4322/ 99910-4444

leonardo.iannone@bandes.com.br

www.facebook.com/bandesonline

Granja Santa Angelica - Barra de São Francisco1

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *