PM Capixaba vai ter tropa de elite para combater crimes em morros do ES

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
pelotao-para-policiamento-em-areas-elevadas-ee49e0bc449dbdc4cc08de93d8f1ee47

Trinta policiais vão usar fuzis e armas importadas, além de fazer treinamento para atuar em áreas de difícil acesso

Em meio a um clima de insegurança instalado em morros de Vitória, com assassinatos, tiroteios e até confronto com policiais, a Polícia Militar (PM) criou uma tropa de elite para subir os bairros e combater o tráfico de drogas.

Serão 30 policiais treinados para atuar no combate ao crime organizado em áreas de difícil acesso, como escadarias, becos e morros.

O Pelotão para Policiamento em Áreas Elevadas foi apresentado na manhã desta quarta-feira (5).

(Foto: Hemerson Costa)

O secretário de Estado da Segurança Pública, Nylton Rodrigues, informou que os policiais estão passando por um treinamento e que vão começar as atividades na próxima semana. “Quando forem atuar, farão a ronda a pé, usando a farda da PM. Eles também farão uso de drones.”

Policiais da tropa de elite da PM vão usar drones. (Foto: Hemerson Costa)

Policiais da tropa de elite da PM vão usar drones. (Foto: Hemerson Costa)

O comandante-geral da PM, coronel Alexandre Ramalho, ressaltou que os policiais vão usar armas importadas.

“Esses policiais possuem um armamento diferenciado, que é um fuzil 762, importando, que atende às especificações para esse tipo de policiamento, além de três mil pistolas internacionais que eles vão usar”, contou.

A decisão da PM foi comunicada à imprensa um dia após o registro de dois assassinatos em Vitória (um no bairro Ilha do Frade e outro em Consolação) na última segunda-feira (3), quando dois jovens foram assassinados.

Segundo Nylton Rodrigues, os rapazes foram mortos devido à disputa pelo tráfico de drogas.

Em uma atitude ousada de criminosos, na tarde dessa terça (4), a PM foi recebida a tiros durante uma ação conjunta com o Ministério Público do Estado e Polícia Civil, nos bairros da Penha, Itararé e São Benedito. A ação visou o cumprimento de 17 mandados de busca e apreensão e começou por volta das 13 horas.

Na chegada aos bairros, houve troca de tiros da polícia com criminosos das regiões. Um dos suspeitos presos acabou baleado e precisou de atendimento médico, sob escolta policial.

Durante a operação, a polícia aprendeu armas, drogas, munições e fogos de artifício.

Fonte: Tribuna on line

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *