Polêmica no kart: Desempenho de piloto faz concorrentes fazerem “vaquinha” para verificação de motor

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
DSC00342

DSC00339Ao final das corridas do Circuito Francisquense de Kart 2014, onde Arkidaley venceu a terceira seguida na k2 e Uadan a segunda na  K1,  o piloto Pablo da categoria K2 teve seu motor aberto para verificação. A abertura do motor foi feita pelo mecânico de sua equipe na presença do presidente da AFK, Gilson, de Patrick Torezani que foi quem fez o pedido oficial, além também de outros pilotos e componentes das outras equipes. Nenhuma irregularidade foi encontrada.

Segundo o regulamento da competição, o motor do kart e as peças que o compões tem que ser de 125cc, caso seja encontrada alguma irregularidade o piloto perde todos os pontos adquiridos na temporada. Quem fizer o pedido de abertura de um motor, tem que pagar o valor de R$ 100,00 ao dono do kart a ser verificado. Segundo informações,  apesar do pedido oficial ter partido do piloto Patrick, uma “vaquinha” entre alguns pilotos teria sido feita para pagar o valor estipulado.

 

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *