Início Site Página 3

Educação Física: falsos professores são flagrados em academias em Barra de São Francisco e outras cidades do Espírito Santo

0

Serra foi o município com maior número de ocorrências, com 22 flagrantes; em seguida vem Vila Velha, com 20 casos.

Cento e quatorze falsos profissionais de Educação Física foram flagrados atuando de forma irregular no Espírito Santo em 2018. O balanço é do Conselho Regional de Educação Física (CREF1).

Do total de casos de exercício ilegal, grande parte foi em atividades de musculação, seguido por treinamento e circuito funcional e, com o mesmo quantitativo de nove ocorrências, no condicionamento físico e educação física escolar. Além desses, também foram constatadas 264 irregularidades nos estabelecimentos do estado.

O conselho faz o alerta que praticar atividades físicas sem o acompanhamento de um profissional adequado pode trazer sérios riscos à saúde.

A Serra foi o município com maior número de acontecimentos, com 22 flagrantes, seguido por Vila Velha com 20. Do total registrado no primeiro município, destacam-se os nove casos encontrados na musculação e os cinco em treinamento/circuito funcional.

No município canela-verde, também foram feitos nove flagrantes na atividade de musculação, além de três em treinamento funcional, dois na ginástica e, com um caso cada em: Beach Tênis, Futsal, Handebol, Ginástica Rítmica, Hidroginástica e Vôlei de Praia.

Na capital, que figura no terceiro lugar das cidades com maior índice de exercícios ilegais, foram flagrados quatro exercícios ilegais em Treinamento Funcional nas praias, dois em Ginástica, um em Hidroginástica e um em Vôlei de Praia. Dentre os municípios que apresentaram apenas uma ocorrência de exercício ilegal estão: Iconha, Marechal Floriano, Vargem Alta e Fundão.

Além dos supracitados, o CREF1 também fiscalizou os municípios de Cariacica, Guarapari, Viana, Ibatiba, Barra de São Francisco, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, Linhares, ColatinaSão Mateus,Alfredo Chaves, Marataízes, Cachoeiro de Itapemirim, Domingos Martins, Muniz Freire, Ibitirama, Iúna, Irupi, Aracruz, Alegre, Jerônimo Monteiro, Castelo, Piúma, Rio Bananal, Sooretama, Jaguaré, Ibiraçu, Anchieta, João Neiva, Atílio Vivacqua, Rio Novo do Sul, São Roque do Canaã, São Gabriel da Palha e Vila Valério.

De acordo com a Supervisora de Fiscalização do CREF1, Suellen Torres, o aumento no número de flagrantes se deve à grande procura pela atividade física. “Com a divulgação constante nas mídias dos benefícios da prática de atividade física, a procura pela contratação de serviços na nossa área aumentou, bem como a conscientização da sociedade sobre a importância da atividade física orientada por profissionais de Educação Física registrados no Sistema CONFEF/CREFs. Desta forma, os falsos profissionais estão sendo denunciados e flagrados de forma eficaz pelos fiscais do CREF1 ES”.

Além dos casos de exercício ilegal, também foram encontradas irregularidades nos estabelecimentos do estado. Entre elas, 109 ausências de Responsável Técnico nomeado no CREF1, 96 estabelecimentos não possuam registro de Pessoa Jurídica junto ao Conselho, 38 salas desprovidas de profissional de Educação Física e 21 profissionais atuando fora da área de habilitação.

Todos os casos de exercício ilegal foram encaminhados ao Ministério Público e os estabelecimentos irregulares estão com processos em andamento no Departamento Jurídico do Conselho.

 

 

 

Tragédia* Homem de bicicleta é esmagado por caminhão em Barra de São Francisco-ES

0
 
Um senhor de 59 anos morreu na manhã deste sábado, 12 de janeiro de 2019, após ser prensado entre um carro e um caminhão, em Barra de São Francisco.
Segundo informações, João Teodoro estava de bicicleta quando foi esmagado entre um Fiat Uno e um caminhão no momento em que o motorista fazia uma manobra. O acidente aconteceu próximo à Mecânica Autobarra, na Vila Landinha, saída de Barra de São Francisco para Colatina.
O Corpo de Bombeiros chegou rápido ao local e socorreu o senhor João, mas ele já chegou ao Hospital Dr. Alceu Melgaço sem vida.
A polícia militar está à procura do motorista do Fiat Uno, que segundo testemunhas, pode ter sido o responsável pelo acidente.
Fonte: site Barra

Posto Milcar de Barra de São francisco tem o preço da gasolina (R$4,08) bem abaixo da média Nacional

0

Preço médio da gasolina e do diesel nas bombas cai na 1ª semana de 2019, diz ANP. Valor do litro da gasolina terminou a semana em R$ 4,33 e do diesel, em R$ 3,44; no ano anterior, preços subiram acima da inflação.

Com a gasolina custando R$ 4,08 o Litro, o posto Milcar de Barra de são Francisco iniciou a primeira semana do ano com o valor do litro da gasolina bem abaixo da inflação do ano anterior.

Após terminar 2018 em alta acima da inflação, o preço médio da gasolina e do diesel nas bombas caiu na primeira semana de 2019, segundo levantamento divulgado nesta segunda-feira (7) pela Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP).

Após terminar 2018 em alta acima da inflação, o preço médio da gasolina e do diesel nas bombas caiu na primeira semana de 2019, segundo levantamento divulgado nesta segunda-feira (7) pela Agência Nacional do Petróleo, do Gás Natural e dos Biocombustíveis (ANP).

Na semana encerrada em 5 de janeiro, o valor médio da gasolina caiu 0,32%, ou R$ 0,01, para R$ 4,33. O preço é uma média calculada pela ANP com os dados coletados nos postos, e, portanto, o valor pode variar de acordo com a região.

Fonte: ANP

Na mesma semana, a Petrobras baixou os preços nas refinarias em cerca de R$ 0,05, ou aproximadamente 3,65%. O reajuste faz parte da política de preços da companhia, que busca acompanhar as cotações internacionais. O repasse ou não para o consumidor final depende dos postos.

Já o diesel terminou a semana em queda de aproximadamente 0,28%, ou R$ 0,01. O valor médio calculado pela ANP foi de R$ 3,441 – número que, da mesma forma que a gasolina, pode variar de acordo com a região.

Nas refinarias, a Petrobras subiu o preço do diesel nas refinarias em cerca de 2,5%, ou cerca de R$ 0,05. A semana foi marcada pelo fim do programa do governo de subsídio ao diesel, cumprindo o prazo combinado com os caminhoneiros em 2018 para encerrar a greve da categoria.

Já o valor do etanol subiu 0,25% na semana, para R$ 2,83 por litro, em média. O preço do gás de cozinha também subiu, para R$ 69,34 o botijão.

Reitor do Ifes do ES divulga carta aberta ao reitor da Ufes

0
 reitor do Instituto Federal do Espírito Santo, Jadir Pela
reitor do Instituto Federal do Espírito Santo, Jadir Pela

No documento, Jadir Pela demonstra indignação à conduta da atual gestão da Ufes pela forma com que procedeu à execução de recursos destinados ao Ifes, Ufes e Hucam em 2018.

O reitor do Instituto Federal do Espírito Santo, Jadir Pela, divulgou nesta sexta-feira (11) uma carta aberta ao reitor da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Reinaldo Centoducatte. O documento demonstra indignação à conduta da atual gestão da Ufes pela forma com que procedeu à execução dos R$ 77 milhões para investimentos no Ifes, na Ufes e na Hucam, em 2018. Os recursos originários de emenda parlamentar impositiva foram indicados pela Bancada Parlamentar do Estado do Espírito Santo no Congresso Nacional.

Na carta, Jadir apresenta um breve histórico sobre o assunto; fala sobre os esforços dos gestores do Ifes, com o Governo Federal, para a realização da reprogramação orçamentária, e com a Ufes, apresentando soluções para que os recursos chegassem ao Ifes; e conta, com surpresa e decepção, que após negativas da gestão atual da Ufes, todos os recursos destinados ao Ifes foram executados pela universidade.

“Como representante de estudantes, docentes e técnicos administrativos, é meu dever buscar por investimentos e melhorias para a nossa instituição. Sempre tivemos uma relação de respeito com a universidade, realizamos diversos projetos juntos, cedemos servidores para a Ufes. Então a postura da atual gestão vai contra o espírito de cooperação preconizado pelo Ifes. Casos lamentáveis como esse não podem acontecer mais”, afirmou o reitor.

Veja a carta na integra:

Gás do Prego e Derson Lanches realizam sorteio de 2 Motos e 10 Bikes! Confira a lista com o nome dos ganhadores.

0

Nesta manhã de sábado de 29 de dezembro de 2018, o distribuidor de Gás do Prego e a Lanchonete Derson Lanches realizaram nas dependências do estúdio da radio jovem Barra, um grande sorteio, com diversos prêmios, incluindo o sorteio de 2 motos e 10 bicicletas,

Durante o programa Show dos Bairro da Rádio Jovem Barra FM, rolou ao vivo o sorteio da promoção fim de ano premiado.sob o comando do locutor Elias Faé e da diretora Lilian, acompanhados do empresários Derson proprietário da lanchonete e Restaurante Derson Lanches e Rodrigo Turini proprietário do deposito de Gás do Prego

Para concorrer aos prêmios éra só adquirir qualquer produtos da distribuidora Gás do Prego ou Derson Lanches, na hora da sua compra recebia um cupom que daria direito a concorrer a 2 motos 0KM e 10 bicicletas Zero

 

Veja a lista com os nomes dos ganhadores:

Ganhadores das 2 motos:

1°. Moto Zero KM: Cíntia Mattos

2º Moto Zero KM: Diego Santos Marques

Ganhadores das 10 bicicletas

1º .Bicicleta: Sheila Cristina Cozer

2º. Bicicleta: Rita Lazio dos Reis

3º. Bicicleta: Sebastiana Soares Brás

4º. Bicicleta: Maria Deroneze

5º. Bicicleta: Tatiane Sezine Littig

6º. Bicicleta: José Carlos Flauzino

7º. Bicicleta: Silvana Fonseca

8º. Bicicleta: Silvestre Assiz Ribeiro

9º. Bicicleta: Rodrigo C, Gonçalves

10º. Bicicleta: Restaurante MA.

01 Bicicleta – Sebastiana Soares
01 Bicicleta – Silvana Fonseca
01 Bicicleta – Marques
01 Bicicleta – Maria Veroneze
01 Bicicleta – Sheila Cozer
01 Moto 0KM – Cíntia Matos 
01 Bicicleta – Sogro da Ganhadora Tatiane Sizini

Polêmica: Proprietários poderão regularizar gratuitamente imóveis em Barra de São Francisco

0

Projeto aprovado pelo Legislativo gerou comentários da Procuradora Municipal que não agradaram o vereador autor da Lei

Barra de São Francisco – Aprovado recentemente pela Câmara Municipal de Barra de São Francisco, um Projeto de Lei de Regularização Fundiária, de autoria do vereador Admilson Brum (PRP), irá beneficiar os proprietários de imóveis irregulares que contam apenas com o recibo de compra e venda.

Mas, um comentário feito pela atual Procuradora Municipal Adjunto, Gardiane Caetano da Oliveira, em uma página social, acabou gerando um conflito com alguns parlamentares, em especial ao autor da Lei, o vereador Admilson Brum. No comentário a Procuradora afirma que o Poder Executivo, no caso a Prefeitura Municipal, não depende de autorização alguma, por parte do Poder Legislativo, nesse caso específico. Ela invoca a Lei Federal nº 13.465/2017, justificando que: “Diante de uma Lei Federal, que pode ser utilizada em todo o território nacional, uma Lei Legislativa Municipal é indiferente, inoperante e inútil”, pontua Gardiane.

Bastou este comentário e principalmente o teor da última frase, para que os ânimos ficassem exaltados pelos lados da Câmara Municipal, qualificada pela Procuradora, como desnecessária, já que o Executivo, segundo seu comentário, não depende do Legislativo.

Vereador lamenta

O vereador Admilsom Brum, lamentou que uma servidora municipal utilizasse de palavras infelizes sobre um tema de grande importância para a população, a ponto da matéria ter tido aprovação unânime durante votação no Legislativo. “A senhora Procuradora Gardiane, deve atentar para o fato de que eu estou como membro da Comissão de Justiça e de Redação da Câmara e, sem o projeto aprovado, este assunto continuaria esquecido e foi graças ao projeto aprovado, que o Executivo pode, finalmente colocar a disposição dos proprietários de imóveis, a possibilidade de regularização dos mesmos”, justificou Brum.

Em resposta a Secretária da Fazenda Municipal digo: Seu comentário é no mínimo desnecessário e demostra um alto nível de desconhecimento da Lei. Se afirma que o Poder Executivo não depende do Legislativo e ao mesmo tempo informa que o Decreto teve por base uma Lei que é feita pelo Legislativo, está demostrando o grande desconhecimento sobre o funcionamento dos poderes. Primeiramente, quero informar que o Projeto de Lei, de minha autoria, é muito anterior ao Decreto do Executivo, portanto, o prefeito somente baixou o Decreto porque existia a Lei, e cujo Projeto é de minha autoria. Mais ainda, a Legislação Federal é aplicável sim, mas quando existe Lei Municipal, esta tem que ser a base das iniciativas do Poder Executivo Municipal.Sua informação, Secretária, de que a Lei Municipal aprovada é inoperante e inútil, demostra o total desrespeito para com todo o Poder Legislativo Municipal, não só com este Vereador autor do Projeto, mas com todos os vereadores, haja já que o Projeto, foi aprovado por unanimidade.Finalizando, quero dizer que existindo Lei Municipal, esta não é inútil e inoperante, e sim, deve ser respeitada e vc, na condição de agente pública, deveria elogiar e velar pelo cumprimento da Lei, não fazendo comentários tolos e que não edificam em nada. “Vereador Admilson Brum”.

O Projeto

Segundo o projeto, que é autorizativo, os proprietários poderão ter escrituras gratuitamente, fornecidas pelo município de Barra de São Francisco. “Nosso objetivo é dar dignidade e direito social a moradia, acesso aos serviços públicos, resgate da cidadania, além de garantir que o imóvel seja um bem das famílias que têm apenas recibos de seus imóveis e vão passar a ter escrituras”, disse o vereador Admilson Brum, autor do projeto.

A matéria aprovada, autoriza o Poder Executivo Municipal a instituir a Regularização Fundiária. O município já aderiu ao Programa “Morar Legal”, implantado pelo Governo do Estado do Espírito Santo.

“Barra de São Francisco tem problemas crônicos na área de habitação e que precisam ser enfrentados. O projeto permite que o município busque um atalho e torne mais simples a legalização dos imóveis que estão em loteamentos irregulares ou mesmo em terrenos que pertencem ao município”, disse Admilson.

Impedimentos

Hoje, sem a escritura, o dono do imóvel não pode financiar e tem dificuldades para vender. Quando vende, geralmente aceita um valor menor, pois o comprador não pode financiar. Caso o imóvel seja escriturado, os proprietários poderão fazer financiamento para investirem nos seus imóveis.

“Com o projeto, daremos dignidade a nossa população e acabar com o sofrimento de várias famílias francisquenses, sem falar que estamos garantindo a cidadania a todos”, destacou o vereador.

A regularização fundiária é um instrumento importante para a redução do déficit habitacional. A consolidação do projeto garante o direito social moradia e acesso a serviços públicos, além de garantir que o imóvel seja um bem da família e assegurado para futuras gerações.

Requisitos

Para conseguir o benefício, o proprietário do imóvel tem que se enquadrar no Programa. Deve ter renda familiar de até 05 salários mínimos e ser cadastrado na Assistência Social.

Documentos necessários

Para requerer a Regularização Fundiária o proprietário deve ter em mãos os seguintes documentos (xerox e original)

  • Documento do Imóvel (Lote)
  • Documentos pessoais. Se casado, documentos pessoais do cônjuge.
  • Resumo do Cadastro Único
  • Comprovante de renda
  • Comprovante de endereço
  • Boletim de Cadastro (Secretaria da Fazenda).

Adolescente que planejou assassinato do pai é apreendida no ES

0

Uma adolescente de 16 anos foi apreendida na Serra, na terça-feira (8), pela equipe da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). Ela é suspeita de ato infracional análogo à tentativa de homicídio do pai, de 36 anos. Outros dois adolescentes, de 14 e 17 anos, também foram apreendidos.

De acordo com o delegado Daniel Fortes, a tentativa aconteceu em fevereiro de 2018. “A adolescente, de 16 anos, planejou a morte da vítima, o próprio pai. Ela contou com a ajuda dos dois jovens, que foram quem desferiram as facadas. No momento do crime, o tio da vítima chegou ao local e também foi atingido pelos adolescentes”, explicou.

Ainda segundo o delegado, a polícia foi informada de que o pai estaria proibindo o namoro entre a menina e o adolescente de 17 anos.

O menino de 14 anos alegou não ter participação no crime. “Ele disse que estava passando pelo local no momento do crime e entrou na residência. Já a jovem e o namorado confessaram a tentativa de homicídio e afirmaram que o terceiro adolescente, também teve participação”, contou o delegado.

Os adolescentes foram encaminhados para o Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases).

11º BPM realiza palestra para os funcionários do Banco SICOOB de Ecoporanga

0

Na manhã desta quinta-feira (10), o tenente Vitor Prates Ribeiro realizou mais uma palestra sobre o “Novo Cangaço e Gerenciamento de Crises com Tomada de Reféns” para os funcionários do Banco SICOOB de Ecoporanga. Essa mesma palestra já foi ministrada a outras instituições bancárias em Barra de São Francisco.

Foram abordados os seguintes temas: modus operandi dos grupos armados do novo cangaço, ocorrências envolvendo materiais explosivos, negociação e gerenciamento de crises e prevenção e reconhecimento de situações que envolvam risco aos funcionários de instituições financeiras.

O ciclo de palestras faz parte de um protocolo adotado pelo comando 11º BPM para prevenir e reprimir ocorrências de roubo a banco, extorsão mediante sequestro, explosão de caixas eletrônicos e outras com características de Novo Cangaço.

Visa também capacitar os funcionários das instituições financeiras localizadas nos municípios circunscritos na área do 11º BPM, de como se portarem diante de uma situação de risco, bem como, criar um senso crítico para observar possíveis mudanças e alterações na rotina que possam denotar alguma probabilidade de risco e repassa-las a Polícia Militar.

Polícia Militar de Mantenópolis apreende arma, liberta refém e prende três homens

0

Durante a manhã desta quarta-feira, 9 de janeiro de 2019, a polícia militar de Mantenópolis recebeu uma informação de que quatro indivíduos de Mantena/MG estariam na região a fim de sequestrar uma adolescente de 17 anos de idade.

Após diligências, os militares localizaram quatro indivíduos dentro de um bar no distrito de São Geraldo, que possuíam as mesmas características informadas.

Contudo, antes que a abordagem fosse realizada, dois indivíduos em uma motocicleta Honda Biz, ao avistarem uma viatura policial, efetuaram três disparos de arma de fogo contra a guarnição e fugiram.

Um acompanhamento foi realizado pelos militares, e os acusados adentraram em um denso matagal. O local foi cercado por outros policiais que estavam em apoio, e apesar do número de militares e de transeuntes no local, os infratores efetuaram mais dois disparos contra os policiais.

De acordo com a polícia, o homem que conduzia a motocicleta é ex-namorado da vítima. Ele foi encontrado e detido e a arma utilizada por eles, um revólver calibre .38, com três munições intactas, foi apreendido.

O outro homem que estava na moto conseguiu fugir e apesar das intensas buscas realizadas no distrito e regiões adjacentes, não foi encontrado.

Novas informações deram conta de que a adolescente sequestrada estava na cidade de Mantena/MG, na residência de um dos supostos sequestradores.

Prontamente, a equipe de policiais capixabas juntamente com policias de Minas Gerais realizaram uma operação a fim de localizar os agressores e socorrer a vítima.

A residência onde a adolescente estava sendo mantida em cárcere privado foi localizada e os militares rapidamente a socorreram. Ela apresentava lesões pelo corpo causadas pelos sequestradores. Dois sequestradores foram localizados e detidos após tentarem fugir do local. Tiago Alves Garcia, 29 anos, ex-namorado da vítima e Cesar Gomes Ribeiro, 40 anos.

Já os outros envolvidos não foram localizados, mas identificados. Segundo a vítima, ela e um dos acusados já tiveram um relacionamento amoroso, mas não sabe o motivo que o levou a agredi-la e a ameaçá-la de morte.

As armas utilizadas nas agressões não foram localizadas. Segundo a polícia, os agressores são amplamente conhecidos por estarem envolvidos em outros crimes, inclusive, por tráfico de drogas.

Centenas de amigos e parentes se despediram do ex-vereador Vitão

0

Matriz de São Francisco ficou lotada de amigos de Vitão, que foram se despedir dele e depois acompanharam o féretro até o cemitério de Barra de São Francisco

A matriarca da família Vargas Fortes, dona Eri, com sua aparência frágil, tendo que ser conduzida em uma cadeira de rodas, porque o corpo já não responde bem aos comandos do cérebro, mostrou a força de mãe diante da perda do seu filho Victor Hugo Vargas, o Vitão, nestaquarta e quinta-feira. Falecido da na manhã de ontem, 9, depois de cinco dias internado em São Mateus, com uma infecção, ele foi internado na manhã desta quinta-feira, 10, no cemitério de Barra de São Francisco, ao lado do pai, Hugo Vargas Fortes e outros familiares.

Amigos e familiares dão ultimo adeus ao corpo do ex-vereador

Dona Eri, que chegou na quarta-feira, de helicóptero, disse que a viagem foi tranquila, mas que sentiu insegura dentro do aparelho. Hoje pela manhã chegou logo cedo à Matriz de São Francisco de Assis, onde foi celebrada a missa de corpo presente, pelo padre Maikon Montovanelli. Com expressão de cansaço e olhos avermelhados, ela aproximou-se do caixão e, junto com os parentes, acariciou o rosto do filho pela última vez, antes que ele seguisse para o cemitério. “O Marcão era o que o que mais parecia com o pai, mas o Vitão tinha o jeito do Hugo para cuidar dos filhos e da família”, observou ela, já no cemitério, rodeada por amigos. Eri lembrou ainda que se tornou cidadã francisquense em 2000, mas que todos os seus filhos nasceram aqui.

Além de dona Eri, quase todos os familiares de Vitão, principalmente as irmãs, a esposa, Rosane, os filhos Júnior e Viviane, além de muitos outros parentes, estiveram no enterro.

A irmã dele, desembargadora Janete Vargas, agradeceu a todos pela presença e elogiou a população francisquense, ela disse sempre ser muito hospitaleira e também pelo carinho de todos com o irmão falecido.

Ainda na igreja, Viviane fez uma homenagem ao pai, em um discurso de oito minutos, onde lembrou todo o carisma que Vitão tinha e o quanto era querido pelo povo francisquense. “Em nossa casa, todo mundo era bem vindo, sem distinção de classe”, observa ela, lembrando que a frase que marcou a vida do pai era a seguinte: Eu já disse que te amo, hoje?”.

O radialista José Carlos Madureira também usou o microfone na igreja para elogiar o amigo e ler um breve currículo dele. “Vitão trabalhou no escritório do Contabilidade Modelo, Convap, Cartório Vargas Fortes e foi, até no ano passado, funcionários do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES). Estudou na Escola João XXII e formou-se em Direito na Fadic, em Colatina. Foi idealizador e diretor da Guarda Mirim, enquanto a mesma existiu. Na política, foi eleito o vereador mais votado em seu mandato e presidiu a Câmara de Vereadores entre 99 e 2000. Na vida social era muito requisitado e suas mãos sempre se estenderam para socorrer e poucas vezes para ser socorrido”, descreve Madureira em parte do seu discurso.

Luto – Ontem, 9, antes mesmo do velório, o atual presidente da Câmara de Vereadores de Barra de São Francisco, Juvenal Calixto Filho, decretou três dias de luto pela morte do ex-vereador, que foi velado no plenário Hugo Vargas Fortes, nome do pai dele. (Weber Andrade)