Pomitafro novamente supera expectativas em Vila Pavão-ES

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
thumbnail_Nova Imagem6

A 21ª Pomitafro realizada em Vila Pavão no último fim semana, segundo os seus organizadores superou novamente todas as expectativas.

A edição deste ano começou na quinta-feira (11) com atrações variadas, e como a proposta do evento é união e integração no sentido amplo da palavra, foi incluído na programação do dia, atrações gospel para dar oportunidade à comunidade religiosa da região de expressar e  transmitir suas mensagens de fé e esperança.

Outra novidade foi o torneio das etnias promovido no estádio municipal local durante a tarde da sexta-feira (12) com times compostos por jogadores das três etnias, o pomerano, o italiano e o afro-brasileiro, que dão nome à festa.

O desfile das candidatas e eleição das rainhas das três etnias, uma grande atração da festa, este ano elegeu também princesas.

thumbnail_Nova Imagem9

As esquinas culturais, realizadas sempre na manhã de sábado em vários pontos da cidade e animadas com shows musicais por artistas da terra e o “Percurso Pomitafro” no sábado à tarde, que este ano, mais uma vez levou uma multidão para as ruas de Vila Pavão, se firmam como atrações indispensáveis à Pomitafro.

O festival que resgata danças do folclore germânico e italiano e mistura com danças africanas, latinas e modernas com a participação de grupos de vários municípios capixabas é um espetáculo à parte. Transforma Vila Pavão num verdadeiro caldeirão de culturas. É único no estado do Espírito Santo com essa proposta.

As atrações noturnas, como sempre, embaladas por grandes shows musicais de bandas de destaque regional lotou a área de festa da cidade.

thumbnail_Nova Imagem1

 A  cidade de Vila Pavão vive e se veste com as cores da Pomitafro. As fachadas das casas, comércios, escolas, órgãos públicos e vitrines de lojas ganham enfeites, bandeiras e faixas com cores e símbolos da Pomitafro (branco e azul, do pomerano; vermelho e verde do italiano e amarelo e preto do afro-brasileiro).

 Os preparativos para a festa que nasceu numa escola, ganhou as ruas e tornou-se grandiosa, começam meses antes. O evento é realizado pela Prefeitura em parceria com as entidades organizadas e voluntárias, em um trabalho coordenado pela secretaria municipal de Cultura e Turismo, onde são criadas comissões e subcomissões que torna possível a sua realização.

thumbnail_Nova Imagem8

Grande parte dos recursos desprendidos com transporte, hospedagem e alimentação dos grupos convidados, é oriunda de doações de comerciantes e empresários locais. Graças a essa parceria e a mobilização da Prefeitura Municipal, a infraestrutura gigante que a festa exige é montada na área de festa da cidade.

A festa era para ser realizada no final do mês de setembro, mas o município foi surpreendido por um surto de malária e teve que adiar o evento, mas valeu a pena. Depois de um árduo trabalho para extirpar a doença, em fim, o município pode comemorar em alto estilo.

thumbnail_Nova Imagem11

“A festa em minha opinião foi um sucesso. Superou as expectativas e nos possibilitou oferecer atrações culturais de alto nível para a nossa população e visitantes. Seguramente houve uma presença de publico muito maior do que no ano passado, especialmente no Percurso Pomitafro e nas atrações noturnas de sexta-feira e sábado. Outro aspecto que devemos ressalta diz respeito à segurança. Tudo transcorreu dentro da normalidade, sem se quer um caso de briga ou confusão, acidente ou problema médico. Parece que as pessoas realmente entenderam o espírito do evento que é união, paz, integração e não à intolerância”, comentou o prefeito da cidade, Irineu Wutke.

thumbnail_Nova Imagem10 thumbnail_Nova Imagem thumbnail_2

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *