Projetos da Penitenciária de Barra de São Francisco levam o “Prêmio Humaniza 2013?

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
humaniza001.g-1

O Governo do Espírito Santo premiou, na noite desta terça-feira (10), os oito projetos vencedores do Prêmio Humaniza 2013, realizado pela Secretaria de Estado da Justiça (Sejus). A cerimônia de entrega aconteceu no Palácio Anchieta e contou com a presença de centenas de servidores do sistema penitenciário capixaba. Durante a cerimônia, também foram concedidas seis menções honrosas a projetos e pessoas que se destacaram no Prêmio Humaniza 2013.humaniza001.g (1)

Foram premiados servidores públicos estaduais que atuam diretamente no sistema penitenciário capixaba e que desenvolvem seus projetos humanizadores nesses locais. Todos concorreram em três categorias: Atitude Humanista, Gestão Humanizadora e Projeto Humanizador.

Os vencedores de cada categoria foram premiados com o Troféu Humaniza e receberão um kit de equipamentos eletrônicos. Para a categoria “Atitude Humanista”, a premiação será um notebook e uma máquina fotográfica digital. Para as outras duas categorias, um projetor multimídia é acrescentado ao kit. Os kits serão destinados às unidades prisionais, gerências ou núcleos em que as ações vencedoras são desenvolvidas.

A cerimônia contou com a presença do governador Renato Casagrande, do secretário de Estado da Justiça, Sérgio Alves Pereira, do secretário de Ações Estratégicas, Álvaro Duboc Fajardo, além do procurador-geral de Justiça do Ministério Público, Eder Pontes da Silva.

Em seu discurso, o governador Renato Casagrande destacou a importância da valorização dos servidores do sistema penitenciário capixaba. “É muito bom participar da entrega desse prêmio pela primeira vez. Estamos apresentando na prática os resultados de trabalhos que envolvem a administração pública e seus servidores. É bom jogar luz, foco, em quem está trabalhando no sistema com essa visão humanitária, fraterna, produzindo por uma sociedade melhor para todos nós, para quem está dentro e fora do sistema prisional”.

 

Já o secretário de Estado da Justiça, Sérgio Alves Pereira, destacou os progressos alcançados no sistema penitenciário e a importância da humanização desse sistema. “Com a criação desse prêmio, demos mais um passo no caminho por um sistema penitenciário mais humano. Mas, é preciso permanecer no caminho, sem atalhos, com profissionalismo e compromisso. Que este seja mais um grande passo a fim de assegurar ao Estado do Espírito Santo posição de vanguarda no tratamento penal”, disse o secretário.

 

 

Durante a cerimônia de premiação também ocorreu um momento de homenagem à coordenadora do Programa de Humanização na Gestão Penitenciária da Sejus, Ana Caracoche. O agradecimento pelos anos de dedicação à secretaria e ao sistema penitenciário foi feito pelo secretário Sérgio Alves.

 

Emocionada, Ana Caracoche agradeceu a homenagem e, em seu discurso, destacou a importância do Prêmio Humaniza para o sistema penitenciário capixaba. “Este é o começo de uma atitude empredeendedora para premiar quem foi capaz de mudar a rotina, que acredita que a mudança é possível e que sonha com uma realidade mais justa para todos, onde a dignidade humana esteja presente em cada momento de convivência com todas as pessoas”, afirmou.

 

Disputa

 

O Prêmio Humaniza foi criado pela Sejus, por meio do Programa de Humanização na Gestão Penitenciária, e tem o objetivo de estimular, identificar e reconhecer as práticas humanizadoras desenvolvidas por servidores públicos do sistema penitenciário capixaba, evidenciadas em atitudes, práticas de gestão e projetos.

 

Por meio do Prêmio Humaniza, a Secretaria de Justiça promove o desenvolvimento de uma cultura empreendedora e de inovação permanente no contexto do serviço prisional, valorizando o servidor e estimulando o seu compromisso com a ética, o profissionalismo e a qualidade dos serviços prestados à sociedade. Além disso, estimula a humanização, capaz de proporcionar condições dignas de trabalho para os servidores, bem como tratamento justo e respeitoso com os internos e seus familiares.

 

Neste ano teve 2 vencedores que representam a Penitenciária Regional de Barra de São Francisco, os servidores estaduais Marilson G. Borjaille e Sebastião Nogueira da Gama, respectivamente primeiro e segundo lugar na categoria Atitude Humanista.

 

Confira a lista completa dos vencedores:

Categoria Projeto Humanizador

1º Lugar

CRIANÇA FELIZ

Penitenciária Feminina de Cariacica

 

2º Lugar

PROGRAMA EDUCATIVO DE REINSERÇÃO SOCIAL

Penitenciária de Segurança Média I

 

3º Lugar

SEMEANDO A LIBERDADE

Diretoria Geral de Ressocialização do Sistema Prisional

 

Categoria Gestão Humanizadora

 

1º Lugar

FERNANDA BÁRBARA BASTOS

Unidade Central de Atenção Psicossocial (UCAP)

 

2º Lugar

LUIZMAR DA CONCEIÇÃO

Penitenciária de Segurança Máxima I (PSMAI)

 

Categoria Atitude Humanista

 

1º Lugar

MARILSON GOMES BORJAILLE

Penitenciária Regional de Barra de São Francisco

 

2º Lugar SEBASTIÃO NOGUEIRA DA GAMA

Penitenciária Regional de Barra de São Francisco

 

3º Lugar LUCIENE LOPES VIEIRA

Penitenciária Feminina de Cariacica

 

Menção Honrosa

 

AKYRIA BOLONINE LOUREIRO SOUTO

Penitenciária Regional de Linhares

 

ANDRE LIMA RIBEIRO

Penitenciária de Segurança Máxima I

 

CELIMARA GONÇALVES DE LIMA

Penitenciária de Segurança Média I

 

LUZNEIDE MARIA VALÉRIA DE OLIVEIRA

Penitenciária Agrícola do Espírito Santo

 

CELA DE ESPERA: AGUARDANDO COM SAÚDE

Unidade de Saúde Prisional

 

ARTE QUE LIBERTA

Penitenciária Agrícola do Espírito Santo

 

Em breve, detalhes dos dois projetos premiados da Penitenciária Regional de Barra de São Francisco.

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *