Tragédia em casa: para proteger a mãe, filha mata pai em Colatina

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
20170208_092016-4895496

Os vizinhos relataram que a mulher colocou grades nas janelas e nas portas para se proteger do marido

Uma filha matou o pai asfixiado na noite desta quinta-feira (26) em Colatina. Por volta das 20h30, o homem de 40 anos chegou embriagado em casa, ameaçando matar a esposa e a filha, que tem problemas mentais, com uma faca. De acordo com informações da Polícia Militar, a mulher conseguiu se trancar em quarto, e a filha, de 23 anos, entrou em luta corporal com o pai. Em meio à confusão, a mãe conseguiu sair da residência e pedir ajuda aos vizinhos.

Ainda de acordo com a PM, o homem bateu a cabeça em um espelho e pegou um caco juntamente com a faca para tentar agredir a filha.

A polícia foi acionada e, cerda de 40 minutos depois, chegou ao local. Um vizinho contou que, quando os militares chegaram, o homem ainda estava vivo. Nesse momento, a filha teria asfixiado o pai. Os policias tentaram contê-la, mas não conseguiram. Sem soltá-lo, ela dizia: “Mãe, se eu soltar ele vai voltar e matar a senhora.”

Segundo o delegado de plantão na Delegacia Regional de Colatina, Thiago Dornelles, mãe e filha foram ouvidas e liberadas. O delegado constatou que a filha agiu em legítima defesa. Antes de chegar à delegacia, a filha foi encaminhada para o Hospital Santa Maria. Lá, foi identificado que ela sofre de distúrbio mental e depressão. 

O homem morto já foi preso pelo menos quatro vezes por conta da Lei Maria da Penha, mas, segundo informação da promotoria, a esposa perdoou o marido e a medida foi suspensa.

Os vizinhos relataram que a mulher colocou grades nas janelas e nas portas para se proteger do marido. 

Com informações de Brunela Alves

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *