Três municípios do ES tem o câncer como principal causa de óbitos

0
216

Região – Os municípios de Rio Bananal, Marilândia e Governador Lindenberg, tem o câncer como principal causa de morte, em relação a outras mortes no estado. Segundo a pesquisa, mais de 20% das mortes tem a doença como causa. O resultado foi apontado pelo Observatório de Oncologia do Movimento Todos Juntos Contra o Câncer (TJCC) no Fórum Big Data em Oncologia.

Os números foram alcançados através de um levantamento que mostra os municípios brasileiros onde as neoplasias já são a principal razão de óbito. A pesquisa destaca também a importância da atenção às políticas públicas voltadas a essa área. Assim como o resto do país, a maioria das mortes é de homens, no Espírito Santo, representam 69% dos óbitos. Confira os números do Estado.

Estimativa do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA) e o Ministério da Saúde (MS) apontam que 11.540 capixabas terão câncer este ano, sendo 6.110 homens e 5.430 mulheres. Os dados foram divulgados na publicação “Estimativa 2018 – Incidência de Câncer no Brasil” do Inca e MS. Os mais incidentes são de pele, mama e próstrata. O estudo abrange o biênio 2018-2019 e as estimativas para o ano que vem são as mesmas de 2018. No País, serão 582.590 novos casos este ano, sendo 300.140 em homens e 282.450 em mulheres.

informações rede diario-es

 

Município Mortes por Câncer Mortes Totais % de Mortes por Cancer
Rio Bananal 22 82 27%
Marilândia 17 79 22%
Governador Lindenberg 16 62 26%

As regiões com maior número de mortes da doença que já considerada crônica, são o Sul e o Sudeste. Na região que inclui os municípios de Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo 47% das mortes são de câncer.

O Rio Grande do Sul é o Estado com o maior número de municípios (140) onde o câncer é a primeira causa de morte. Um dos fatores que pode explicar a alta incidência de câncer na região são as características genéticas da população, que pode apresentar maior predisposição para desenvolver o câncer de pele (melanoma), por exemplo.

Segundo a pesquisa, no futuro é possível que aumente para mais de 600 mil casos de câncer por ano no Brasil. Destacando a importância do investimento na saúde Oncológica, já que mais de 904 mil pessoas estão na fila dos SUS para fazer cirurgia no Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here