araujo
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Tucanos têm a chance de se aliar à candidatura de Hartung

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
ph

Josué de Oliveira

phO PSDB capixaba nunca escondeu que é aliado do ex-governador Paulo Hartung (PMDB). Tucanos de alta plumagem, como o ex-deputado Luiz Paulo Vellozo Lucas e o deputado César Colnago, batem ponto no escritório do peemedebista quase que semanalmente. Ao lançar sua candidatura, o PSDB vislumbrou a possibilidade de integrar a chapa de Hartung. O único entrave, no entanto, era a possibilidade do PT também fazer parte do grupo, já que os tucanos não dividem o mesmo espaço com os petistas. Com o aval do PMDB nacional, o partido aqui no Estado não precisa, necessariamente, apoiar a candidatura da presidente Dilma Rousseff. Os tucanos estão assanhados com essa decisão.

Isolamento 
Embora o presidente do Partido dos Trabalhadores (PT), João Coser, tenha admitido que a chance de o partido lançar candidatura própria é remota, com essa posição do PMDB pode ser que a possibilidade comece a ganhar mais força. Com isso, o risco do PT ficar isolado no processo político também fica mais evidente.

Sobrevivente
A chapa isolada no processo eleitoral pode favorecer a senadora Ana Rita. Ela nadou, nadou e acabou morrendo na praia na luta para disputar a reeleição. Com a chance de Coser assumir a candidatura ao Governo, a indicação para a vaga do Senado pode sobrar para ela. É um novo fôlego para a senadora que sempre quis tentar continuar em Brasília.

Decisão final 
Mesmo após reuniões com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a informação que circulou entre os políticos na festa de 30 anos da TV é de que a decisão final sobre quem o partido irá apoiar será mesmo da executiva capixaba. Dizem que os votos no Estado, que representam pouco mais de 1% do eleitorado brasileiro, não farão muita diferença para a reeleição ou não da presidente Dilma.

Constatação 
Caso a aproximação do PSDB com Hartung se confirme, a candidatura de Guerino Balestrassi ao Governo, que já está por um fio, será rifada de vez. Mas sua saída não deve ser amistosa, já que ele já vem fazendo declarações polêmicas sobre esse assunto. Se não for com o PMDB será com o PSB. Dizem que é uma questão de tempo.

Juntos (de novo) 
Parece mesmo que o prefeito de Vitória, Luciano Rezende (PPS), e o senador Ricardo Ferraço (PMDB) engataram mesmo uma amizade. Após circular pela festa de 30 anos da TV Vitória, nesta quinta-feira o peemedebista fez uma visita de cortesia ao gabinete do prefeito. Depois da troca de elogios e provavelmente conversas sobre o atual cenário político do Estado, Ferraço ganhou um exemplar do mapa com o Planejamento Estratégico até 2016 para a cidade de Vitória.

ferraço

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n