Vídeo Exclusivo: acusado de matar a esposa conta tudo o que aconteceu na noite do crime

Comente
CARRINHO-MALUCO
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n
video-exclusivo-acusado-de-matar-a-esposa-conta-tudo-o-que-aconteceu-na-noite-do-crime
Uma trama que envolve traições e muitas brigas. O açougueiro Ronaldo Santana Carapina, de 37 anos, se entregou à Polícia na manhã desta quarta-feira (04) depois te ter matado a esposa Jaiane Cláudia Santana Silva, de 26 anos, no último fim de semana em Barra Seca, litoral de Linhares. Nesta quinta (05), ele contou detalhes de tudo o que aconteceu na noite do crime na sede da 16ª. Delegacia Regional de Linhares, no bairro Três Barras.
fonte/ site de linhares

Ronaldo contou que viveu com a esposa durante 14 anos. E que durante todo este tempo ele perdoou todas as traições confessadas por ela – duas. A terceira ela confessou no dia em que foi morta. Depois de beberem numa fazenda na região de Barra Seca, Jaiana disse que queria se separar porque estava traindo Ronaldo com outro homem. Neste momento ele questionou: “de novo?”. Jaiana respondeu que ele merecia e aí iniciaram uma discussão.
A arma utilizada no crime estava no porta-luvas do Uno vermelho. Ronaldo disse que a esposa pegou a arma para matá-lo e no momento em que iniciaram uma discussão a arma disparou. Ele conta que ouviu dois disparos. “Ela não teve nenhuma reação. Acho que morreu na hora”. Desesperado, Ronaldo acionou a Polícia, contou sobre o crime e ainda procurou por socorro à esposa. Mas, fugiu do local com medo de ser linchado e morto.

Após o crime, ele seguiu para Sooretama. Para se refugiar na cidade vizinha ele contou com a ajuda de um funcionário da fazenda onde bebeu com amigos no fim de semana. “Eu não conheço a casa e nem que quem era”, reforçou. O acusado ainda confessou que tentou se matar após ter consciência da tragédia causada. “Mas, tive a força dos meus filhos e da minha família”. E segue: “eu não sabia viver sem ela”.

marido-mata-a-esposa-com-5-tiros-em-barra-seca-litoral-de-linhares-e-depois-foge-em-uno-vermelho-1-800x404

Sobre a arma comprada na Rodoviária, o acusado esclareceu que era uma espécie de segurança já que ele havia denunciado uma série de envolvidos com o tráfico de drogas no bairro Santa Cruz, onde o casal residia. E já que iam morar no interior o casal precisaria estar protegido. “Tanto que quando saíamos de casa ela foi invadida e vários pertences roubados”. Ronaldo e Jaiana moravam no Residencial Jocafe.
“Peço perdão”
Ronaldo pediu perdão à família da esposa e aos filhos – um casal: uma menina de 10 anos e um menino de 4. E disse que cumprirá a pena e que a Justiça Divina é a pior. “Só eu sei que a dor que estou sentindo. Peço perdão a família da Jaiana, a minha família e aos meus filhos”, pediu, e na sequencia confessou estar arrependido: “estou arrependido, mas cumprirei a pena e pagarei pelo meu erro”.
O titular da Delegacia de Crimes Contra a Vida (DCCV), delegado Fabrício Lucindo, confirmou que Ronaldo conviveu com a esposa durante 14 anos e que sempre nutriu um ciúme doentio por Jaiana. “Ele apresentou-se na tarde de ontem (04), cumprimos o mandado de prisão que havia sido expedido”, acrescentou. Lucindo disse que durante o interrogatório Ronaldo confessou o crime.
Ele foi encaminhado ao Presídio Regional de Linhares na manhã desta quinta-feira (05) onde estará a disposição da Justiça.

 

12311101_932419773478464_1231929020317032740_n
111 12227650_924401994280242_7856840745081785682_n

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *