Alcoólatras na Holanda são contratados para fazer limpeza e salário é pago com cerveja

0
Dinheiro recebido no salário acaba se convertendo em mais cervejas Reprodução/independent.co.uk
Dinheiro recebido no salário acaba se convertendo em mais cervejas
Reprodução/independent.co.uk

Objetivo é dar uma ocupação aos viciados para que parem de causar confusão

O governo de Amsterdã, na Holanda, tomou uma medida curiosa para reintegrar os alcoólatras ao mercado de trabalho: o serviço de limpeza das ruas é pago com cerveja.

O projeto é idealizado pela Fundação Rainbow e subsidiado pelo governo holandês, além de receber doações, segundo o jornal britânico The Independent. O objetivo é retirar os alcoólatras dos parques e dar a eles uma função.

O trabalho consiste de três dias de limpeza por semana, das 9h às 15h30. O pagamento correspondente a cada turno é de R$ 32 (10 euros), cinco latas de cerveja e um pacote de tabaco.

Os alcóolatras se dividem em grupos de 10 pessoas e o consumo da bebida é monitorado.

Segundo Gerrie Holterman, executiva-chefe do projeto, o objetivo é evitar que os viciados em álcool causem confusão no parque.

— Esse grupo estava incomodando as pessoas no Oosterpark por causa de brigas, barulho e comentários desagradáveis feitos para as mulheres que passavam por lá.

Na prática, os funcionários recebem duas latas de cerveja e café para começar o dia, seguido por outras duas latas e um almoço.

Frank, um dos participantes, diz que o grupo não viria trabalhar caso o pagamento não fosse feito com as cervejas.

— Precisamos de álcool para funcionar, e essa é a desvantagem do alcoolismo.

Para ele, o projeto deu uma estrutura às vidas deles, mas ele não sabe se o esquema vai ajudar ou não a afastá-los do vício.

— Claro que agora bebemos de uma maneira mais controlada, mas não acho que bebamos menos. Quando saímos do trabalho, transformamos nossos 10 euros em cervejas.

Nos quatro dias em que o grupo não trabalha, nada mudou.

— Esperamos o supermercado abrir para comprarmos mais bebida.