ATENÇÃO* Secretaria de Saúde confirma 7 casos de gripe H1N1 no ES

0

largeAté a semana passada, três casos da doença haviam sido registrados.
Sesa orienta formas de prevenir a doença.

Sete casos de gripe A H1N1 foram registrados até o momento em todo o estado, no ano de 2013, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Até semana passada, a Sesa havia registrado três casos da doença. Entre os sete, houve um óbito, de um homem de 59 anos, morador da zona rural de Anchieta, no Sul do Espírito Santo, no último dia 22 de maio.

De acordo com a Sesa, tanto a Influenza A (H1N1) quanto a Influenza Sazonal (gripe comum) são causadas por subtipos do vírus Influenza. Os sintomas são os mesmos: febre, tosse, dor de garganta, dor no corpo e mal estar, caracterizando uma síndrome gripal.

Quando a pessoa apresentar febre repentina superior a 38ºC, tosse e falta de ar – podendo ser acompanhados de dor de garganta – é sinal de que a gripe pode evoluir para um quadro grave. Por isso, é importante procurar atendimento em um consultório médico ou ir à unidade básica de saúde municipal mais próxima de sua residência para avaliação médica.

Dicas de prevenção:
– Evitar aglomerações e ambientes fechados;
– Lavar as mãos com água e sabão;
– Ao tossir ou espirrar cobrir o nariz e a boca com lenço de papel;
– Manter alimentação saudável e equilibrada;
– Não compartilhar alimentos e objetos pessoais;
– Evitar tocar os olhos, nariz ou boca.

Sete casos de gripe A H1N1 foram registrados até o momento em todo o estado, no ano de 2013, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Até semana passada, a Sesa havia registrado três casos da doença. Entre os sete, houve um óbito, de um homem de 59 anos, morador da zona rural de Anchieta, no Sul do Espírito Santo, no último dia 22 de maio.

De acordo com a Sesa, tanto a Influenza A (H1N1) quanto a Influenza Sazonal (gripe comum) são causadas por subtipos do vírus Influenza. Os sintomas são os mesmos: febre, tosse, dor de garganta, dor no corpo e mal estar, caracterizando uma síndrome gripal.

Quando a pessoa apresentar febre repentina superior a 38ºC, tosse e falta de ar – podendo ser acompanhados de dor de garganta – é sinal de que a gripe pode evoluir para um quadro grave. Por isso, é importante procurar atendimento em um consultório médico ou ir à unidade básica de saúde municipal mais próxima de sua residência para avaliação médica.

Dicas de prevenção:
– Evitar aglomerações e ambientes fechados;
– Lavar as mãos com água e sabão;
– Ao tossir ou espirrar cobrir o nariz e a boca com lenço de papel;
– Manter alimentação saudável e equilibrada;
– Não compartilhar alimentos e objetos pessoais;
– Evitar tocar os olhos, nariz ou boca.