Bomba explode dentro de escola no Espírito Santo, diz polícia

0

Colégio em Laranja da Terra teve portas e janelas destruídas.
Uma pessoa foi encaminhada para a delegacia e prestou esclarecimento.

Uma explosão destruiu vidraças e danificou portas, fechaduras e equipamentos da Escola Municipal de Educação Infantil e Fundamental (Emeif)Laranja da Terra, na Vila de Laranja da Terra, na região Sudoeste Serrana doEspírito Santo, na tarde deste domingo (29). A Polícia Civil esteve no local, nesta segunda-feira (30), tirou fotos, realizou a perícia e uma pessoa foi conduzida à delegacia para prestar esclarecimentos.

O gerente comercial Hermes Ortolani Filho, que mora a cerca de 1,5 km de distância da escola, conta que ouviu um barulho bem forte de explosão, por volta das 15h de domingo (29). Ele e outros vizinhos foram até o local e viram que a explosão tinha sido no pátio da escola. “Chegamos lá e vimos as vidraças quebradas, as portas danificadas, os bebedouros destruídos. Graças a Deus não tinha ninguém no local. A explosão foi muito forte, mas não faço ideia de como foi. A Polícia Militar foi até lá”, conta Hermes.

Segundo a secretária de Educação de Laranja da Terra, Vanilda Schulz Dias, o caso gerou indignação na cidade. “A Vila de Laranja da Terra é muito pacata. Nunca aconteceu um caso desse. Estamos muito tristes, todos os professores e educadores estão abalados. Fazer isso em uma escola? Por quê? Acreditamos tanto na educação. Queremos educação, não vandalismo”, diz a secretária.

Vanilda afirma que as aulas foram suspensas nesta segunda e terça-feira (31), mas na quarta-feira (1º), se a delegada liberar, as aulas devem voltar ao normal. “Vamos fazer a limpeza do local e já estamos providenciando o reparo de tudo. As salas e a estrutura da escola não foram prejudicadas, o prejuízo foi mais do lado de fora, nos vidros e nas portas. Vamos esperar o resultado da perícia e, na quarta-feira, já teremos uma posição para ver se as aulas podem voltar ou se vamos aguardar um pouco mais”, explica.