Carteirinhas de coletor de pimenta-rosa serão entregues para mais de 70 extrativistas e produtores rurais em Aracruz

0

Na última semana, mais de 70 produtores e produtoras rurais realizaram o cadastro para receberem carteirinhas oficiais de coleta de pimenta-rosa – aroeira, gratuitamente. A ação, realizada no Centro Comunitário Vila do Riacho, em Aracruz, servirá para organizar as atividades voltadas para essa cadeia produtiva no Espírito Santo, visando garantir a qualidade dos frutos e potencializar as ações de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) nesse contexto.

A ação é fruto de uma parceria entre o Incaper, o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) e a prefeitura de Aracruz, para identificar, cadastrar e fornecer as carteirinhas, por meio do projeto intitulado “Validação de tecnologias sustentáveis a partir de Unidades de Referência para qualificação da aroeira (Schinus terebinthifolia Raddi) e agregação de renda nas comunidades rurais”, aprovado no Banco de Projetos da Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), com investimento da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes).

O cadastro e a entrega das carteirinhas foram realizados para todos os produtores e produtoras rurais, sem limitação apenas a quem trabalha na área de abrangência da Indicação Geográfica (IG), conquistada recentemente para essa cadeia produtiva, ou somente para extrativistas.

De acordo com a extensionista e coordenadora de Recursos Naturais do Incaper, Fabiana Ruas, a atividade do coletor de pimenta-rosa envolve a coleta dos frutos da aroeira em áreas autorizadas e de acordo com boas práticas de higiene e colheita, a fim de preservar a qualidade dos frutos.

“A atividade, realizada de forma artesanal, contribui para a produção dessa especiaria que é tão apreciada no mundo inteiro. O cadastramento e ordenamento do público atuante nesta cadeia produtiva, tanto de coletor de pimenta-rosa quanto de aroeira oriunda de plantios comerciais ou de extrativismo, a partir de registros no Idaf, confecção e distribuição de carteirinhas pelo Incaper a que se propõe esta ação, é fundamental”, disse.

“Estamos tendo demanda de diversas comunidades e esperamos cadastrar mais de mil pessoas. Para aqueles que já se cadastraram, daqui há um mês poderão buscar as carteirinhas”, reforçou a extensionista.

Com a entrega das carteirinhas, as atividades envolvendo a pimenta-rosa poderão ser acompanhadas de maneira mais sistematizada, com o acompanhamento de quem produz, por região de atuação, bem como as demandas, os desafios e as oportunidades de cada um. “Isso nos ajudará a potencializar as ações de Ater, dias de campo, cursos de capacitação, eventos, e várias outras ações voltadas para essa cadeia produtiva. Isso também possibilitará a busca de políticas públicas voltadas para a atividade no Estado”, lembrou Fabiana Ruas.

Para quem tiver interesse e que seja produtor, extrativista ou outra função dentro da cadeira produtiva da aroeira, pode buscar algum dos Escritórios Locais de Desenvolvimento Rural (ELDR) do Incaper que são inclusos no Grupo de Trabalho (GT) Aroeira, descritos no serviço abaixo.

Grupo de Trabalho Aroeira Incaper por região:

Extremo Norte – pólo 1:

Mucurici
Pedro Canário
Montanha

Noroeste – pólo 2:

Conceição da Barra
Jaguaré
São Mateus

Rio Doce – pólo 3:

Aracruz
Linhares
Sooretama

Metropolitana – pólo 4:

Serra
Cariacica
Fundão
Viana
Vitória
Vila Velha
Guarapari

Litoral Sul – pólo 5:

Presidente Kennedy
Itapemirim
Anchieta
Piúma
Marataízes

Contatos dos municípios em: 
https://incaper.es.gov.br/unidades

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Incaper
Tatiana Toniato Caus / Daniel Borges / Felipe Ribeiro
(27) 3636-9865 / (27) 98833-4116 / (27) 98849-6999
tatiana.souza@incaper.es.gov.br / daniel.borges@incaper.es.gov.br / felipe.costa@incaper.es.gov.br