Cercado de aliados, PSB lança Casagrande governador e Ricardo Ferraço vice

0

Ainda durante o evento Rose de Freitas (MDB) foi oficializada como a escolhida dos socialistas para a disputa ao Senado

Tiago Alencar Redação Folha Vitória

Foto: Tiago Alencar | Folha Vitória

Partido Socialista Brasileiro (PSB) oficializou, durante convenção realizada neste domingo (31), em Vitória, a chapa que irá disputar o governo do Estado no pleito de outubro. E, como já era esperado, o atual governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), que busca a reeleição, é o candidato da legenda. O ex-senador Ricardo Ferraço (PSDB) será o vice.

Ainda durante o evento, que contou com a presença do presidente nacional do PSB, o advogado Carlos Siqueira (PSB), e de grande parte dos aliados de Casagrande, a senadora Rose de Freitas (MDB) foi oficializada como a escolhida dos socialistas para a disputa ao Senado. Será com a benção de Casagrande que Rose tentará a reeleição para a única cadeira vaga para o Espírito Santo na Casa.

A chegada de Casagrande à convenção do PSB aconteceu quando o partido anunciava os candidatos a deputado federal e estadual pela sigla. O governador chegou ao evento acompanhado da primeira-dama, Maria Virgínia Casagrande, embalado pelo som de uma bateria de carnaval e chegou a ensaiar alguns passos de samba em meio aos militantes que o acompanhavam.

Foto: Tiago Alencar | Folha Vitória

Antes de ir para o palco principal do evento, em que uma plateia lotada o aguardava, Casagrande prestigiou, rapidamente, a convenção do Pros, que acontecia em uma sala anexa ao palanque montado pelo PSB. No mesmo local, o governador concedeu entrevista coletiva à imprensa.

O socialista falou sobre como pretende se comportar durante a campanha eleitoral, bem como os principais eixos do plano de governo que irá apresentar aos capixabas.

Questionado pela reportagem do Folha Vitória, se diante do cenário que se desenha, com os candidatos ao governo sendo definidos, ele consideraria algum dos nomes confirmados até agora, entre eles o ex-deputado federal Carlos Manato (PL) e o ex-prefeito da Serra Audifax Barcelos (Rede), difícil de enfrentar nas urnas,  Casagrande fundamentou sua resposta no que ele chama de uma disputa eleitoral sem ataques à honra dos postulantes ao cargo.

“Não tenho avaliação dos candidatos. Não vou prestar atenção em ataques, em fakenews. Vou me defender na Justiça, lógico, de toda narrativa mentirosa que for apresentada contra nós. Já estamos fazendo isso, já estamos conquistando vitórias. Vamos apresentar, sempre na Justiça, as nossas reclamações. Vamos trabalhar sem agredir nenhum candidato”, disse.

 Já no que se refere ao plano de gestão para uma possível continuidade no governo, em caso de ser reeleito, Casagrande afirmou que o Estado terá uma administração inovadora.

“Vamos ter propostas novas na educação, na saúde e na segurança pública. Hoje, saímos da 2ª posição em violência para a 13ª.  Nós vamos chegar entre os cinco estados menos violentos do país”, pontuou o governador.

Ainda no campo das propostas, o socialista afirmou que o Estado terá um programa de energia renovável robusto, bem como ainda mais investimentos no projeto “Escola do futuro”, que vai possibilitar, segundo ele, mais integração entre os alunos e os professores.

Apesar de listar uma dezena de inovações que pretende adotar na sequência de seu mandato, caso seja, mais uma vez, reeleito, Casagrande disse que, hoje, o que há de mais moderno, em sua avaliação, é a confiança das pessoas na seriedade de seu trabalho.

Ferraço

Escolhido para ser candidato a vice-governador na chapa de Casagrande após uma costura política entre o PSB e o PSDB e, também, o Cidadania, partidos que estão federados, o ex-senador Ricardo Ferraço falou sobre as suas expectativas para o pleito. “Que a gente possa caminhar com muita humildade, com muito trabalho, conversando com os capixabas, falando dos nossos compromissos para levar a essa terra cada vez mais oportunidades, para seguirmos evoluindo”, afirmou.

 Rose

Após ter conseguido o já esperado apoio de Casagrande para disputar a reeleição ao Senado, Rose Freitas chegou ao evento do PSB ostentando o status de candidata do partido. Antes de prestigiar a festa da sigla que lhe declarou apoio, a senadora marcou presença na convenção de seu partido, o MDB, uma celebração modesta, com pouco mais de 30 pessoas.

Na hora de discursar para a militância do PSB, Rose adotou a mesma narrativa que tem utilizado em outros eventos políticos dos quais participa. Falou que é reconhecida por ser municipalista, uma vez que sempre está na luta por recursos federais para os municípios do Estado, mas que, porém, seu trabalho é muito mais abrangente.

Sobre disputar a reeleição, Rose fez a seguinte fala: “Quando vi o Renato (Casagrande) arregaçar as mangas para continuar o trabalho que tem feito, também me senti estimulada a continuar”, declarou.

Foto: Tiago Alencar/ Folha Vit´ória

Aliados

O palanque da convenção do PSB mais lembrava uma convenção de várias siglas do que um evento de uma única legenda, tamanha a diversidade do apoio recebido pela chapa do governador rumo à reeleição. ‘

Representantes de partidos como PT, Podemos, PSDB, Pros, entre outros, estiveram no evento, além de prefeitos de diversos municípios e do presidente da Associação dos Municípios do Estado do Espírito Santo (Amunes), Victor Coelho, prefeito reeleito de Cachoeiro de Itapemirim.