Comerciante baleado continua continua internado em estado grave na UTI do hospital Roberto Silvares em São Mateus

0

Comerciante baleado continua internado em estado grave

Valdeci levou três tiros de um homem encapuzado no dia 12 de dezembro do ano passado

Valdeci está internado no hospital Roberto Silvares desde o dia 12 de dezembro de 2013
Valdeci está internado no hospital Roberto Silvares em São Mateus

O comerciante Valdeci Alves de Sousa, 40 anos, baleado no dia 12 de dezembro de 2013, em Vila Pavão, continua internado em estado grave na UTI do hospital Roberto Silvares em São Mateus. A vítima é proprietário de um disk cerveja na cidade. Seu negócio funciona no quintal da casa onde reside com a esposa e dois filhos: um de 07 e outro de 13 anos de idade.

O crime aconteceu quando ele retornava de uma entrega na cidade. Segundo relato da esposa, Edi Moreira, 30 anos, dois homens dentro de um carro cor prata entraram  no quintal onde fica o estabelecimento, indicando que iriam comprar bebidas. Nesse momento, Valdeci se encontrava sentado em um “banquinho”. De repente saiu de dentro do carro, o homem que estava sentado no lado do carona, cujo rosto estava encoberto por uma camisa, e de arma em punho. Num gesto rápido, o encapuzado se dirigiu a Valdeci, dizendo que se tratava de um assalto, mas antes que o comerciante demonstrasse qualquer reação, efetuou três disparos quase à queima roupa, acertando o rosto e cabeça da vítima.

fonte /vila noticias 

As evidências levam a crer que o crime foi meticulosamente planejado, pois enquanto um efetuava os disparos, o outro aguardava no carro com o motor ligado para dar fuga ao comparsa.

A esposa diz que não faz a mínima ideia do porquê, e nem o que teria motivado  o crime. Os policias militares chegaram rapidamente ao local. Recolheram provas: três capsulas de arma calibre 380 deflagrados e restos de chumbo com material amarelo. A equipe policial também fez buscas pela região, mas nenhuma evidência ou pistas encontraram. Eles se limitam apenas a dizer que o caso está sob investigação.

Estado de saúde

Após o ocorrido, a vítima foi encaminhada ao hospital São Marcos, mas devido a gravidade dos ferimentos foi transferido para o hospital Roberto Silvares, em São Mateus, onde foi operado. A esposa Edi Moreira informou que atualmente o marido está recebendo medicação à base de antibióticos para se recuperar de um processo infeccioso e conforme for a evolução do tratamento poderá ser transferido para  um leito do hospital.

Segunda ela, até o momento, ele não responde a nenhum estímulo. Seu quadro é o mesmo, desde  quando deu entrada no hospital, no dia 12 de dezembro. “Os médicos não arriscam nenhuma previsão em relação ao futuro  dele, dizem apenas que o quadro é grave, que temos que aguardar, e que se conseguir sobreviver terá que passar por um longo processo de recuperação, devido as sequelas dos ferimentos”, afirma.

Trauma

O crime foi presenciado também pelo filho menor do casal que ainda não tinha completado 07 anos de idade. A criança está recebendo acompanhamento psicológico, porque segundo a mãe, ficou traumatizado ao presenciar tamanha cena de violência. Estamos preparando as crianças, porque não sabemos qual será o estado do pai quando voltar, diz ela com lágrimas nos olhos. “O maior, quando foi para a escola viu o pai em perfeito estado, e não mais o viu.   Então, estamos buscando auxílio psicológico para a ajudar a preparar a cabeça das crianças”,diz a esposa.