Dia 30 é quarta e dia D para decidir quem vai disputar vaga de Waldeles

1

Uma reunião aberta ao público, com representantes de cerca de 20 partidos políticos de Barra de São Francisco/ES está prevista para esta quarta-feira, 30, às 10h, na Associação Recreativa Barra de São Francisco (antiga Associação Atlética Banestes), no bairro Campo Novo.

O objetivo é discutir a possibilidade de candidatura única representando esses partidos, ideia que vem sendo defendida pelo presidente estadual do PSD, Enivaldo dos Anjos, desde outubro do ano passado. Ele acredita ser possível uma candidatura de união, capaz de tirar o município da situação difícil que se encontra em termos financeiros e administrativos.
Em entrevista ele disse: “Estamos diante de uma situação difícil. A prefeitura deve mais de R$ 15 milhões, não possui certidão negativa do INSS e, em vista disso, não pode receber recursos estadual e federal. Isso atrapalha a realização de obras de infraestrutura tão necessárias nesse momento de crescimento que estamos vivenciando. Por isso precisamos unir todas as forças políticas para resolver esse problema que é de todos”.
Até o momento apenas dois nomes são tidos como certos na corrida eleitoral: o do deputado Luciano Pereira pelo DEM, apoiado por nove partidos; e do Alencar Marim, do PT, com apoio de sete partidos, dentre os quais o PSC do prefeito Waldeles Cavalcante.
<p>O PSD, partido de Enivaldo dos Anjos, e o PSB do governador Renato Casagrande ainda não decidiram qual posição tomar, mas que deverá ser conhecida na reunião marcada para esta quarta-feira.
Os vereadores Aloísio Ribeiro Alves PDT e Adilton Gonçalves PMDB foram os únicos até o momento que declararam apoio a Alencar Marim, acompanhando o prefeito Waldeles Cavalcante. Os demais ainda não decidiram a quem destinar seus apoios.
Uma alternativa de consenso a esses dois nomes poderá sair da reunião dessa quarta-feira com a intervenção do governador Renato Casagrande, segundo comentários de bastidores. Comenta-se, ainda, que esse nome poderia ser o do conselheiro aposentado e ex-prefeito Enivaldo dos Anjos.
Contudo, o ex-prefeito Enivaldo reafirmou que está fora do processo, já que o grupo ao qual é mais ligado já lançou candidato a prefeito, que é o Alencar Marim.
Disse, ainda, que em nenhum momento foi convidado pelo prefeito Waldeles Cavalcante para ser candidato do grupo político, uma vez que sempre demonstrou preferência pelo nome de Alencar Marim, do PT.
“Em momento algum fui ouvido pelo prefeito Waldeles sobre a escolha de Alencar Marim para ser o candidato do grupo. Também o partido não recebeu nenhuma proposta política por parte do pré-candidato Alencar Marim”, enfatiza Enivaldo, que deixou claro que a escolha do nome de Alencar não contou com as presenças do PSD e nem do PSB. “No caso do PSD, porque considerava que tinha que esgotar todas as possibilidades de tentativa de uma candidatura única entre os 20 partidos”, acrescentou.
Ao finalizar, disse que não planeja ser candidato agora. Sua pretensão é ser candidato em 2016, quando trabalhará com mais tempo. Ele fez questão de esclarecer que não tem mágoas do prefeito Waldeles Cavalcante, mas que esperava sim, pelo menos uma conversa franca sobre os motivos que o levaram a escolher o candidato do PT.