Espírito Santo supera número de empresas abertas em 2020

0

Bastaram nove meses de 2021 para o Espírito Santo superar o total de empresas abertas em 2020. Segundo levantamento da Junta Comercial do Estado do Espírito Santo (Jucees), em 2021, foram abertos 14.210 novos negócios, ao passo que durante todo o ano de 2020 foram registradas 13.997 novas empresas.

Se a comparação for feita utilizando dados do mesmo período (janeiro a setembro) a diferença fica ainda maior: 14.210 contra 9.865 – um aumento superior a 40%. Do total de empresas abertas em 2021, 1.632 foram em setembro, sendo 278 em Vitória, 261 em Vila Velha, 194 na Serra e 99 em Cariacica.

Cachoeiro de Itapemirim (87), Linhares (74), Colatina (70), Guarapari (60), Aracruz (40) e São Mateus (30) completam a lista dos dez municípios com mais empresas abertas em setembro. Já os três setores que mais abriram empresas no mês são comércio varejista (363), comércio atacadista (161) e atividades de atenção à saúde humana (160).

Melhor tempo

A Junta Comercial do Estado do Espírito Santo (Jucees) registrou, em setembro, o melhor tempo médio na abertura de novas empresas. De acordo com a Rede Sim, do Governo Federal, no Espírito Santo as novas empresas foram abertas, em média, em 1 dia e 6 horas.

O dado é divulgado mensalmente pela Rede Sim e esta foi a segunda vez em que o Espírito Santo registrou o melhor tempo. A primeira vez havia sido em abril, com média de 1 dia e 11 horas.

“Não é de hoje que somos referência nessa avaliação. Ainda que seja a segunda vez que registramos o melhor tempo, estamos sempre nas primeiras colocações deste ranking nacional. Isso é o resultado do trabalho diário e constante da Junta Comercial do Espírito Santo, que busca entregar à sociedade um ambiente de negócios mais atrativo para o empreendedorismo”, disse o presidente da Junta Comercial do Espírito Santo, Carlos Roberto Rafael.

“Recentemente, foi feita uma publicação que utilizou dados incorretos sobre o Espírito Santo. Por essa publicação, aparecemos como um dos Estados mais burocráticos na abertura de empresas. Como podemos ser burocráticos quando temos o melhor tempo no registro de empresas? Mas é claro que seguiremos trabalhando para reduzir ainda mais o tempo gasto pelo empreendedor capixaba na hora de iniciar um novo negócio”, pontuou Rafael.

 

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação da Sefaz
Alexandre Lemos / Giordany Bozzato
(27) 3347-5511 / (27) 3347-5128
[email protected] / [email protected]