Governador participa de reunião preparatória para participação do Brasil

0

Foto: Giovani Pagotto/Governo-ES

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, participou, na manhã esta sexta-feira (27), da reunião do projeto Brasil pelo Meio Ambiente (#BPMA), na cidade de São Paulo (SP). O evento desenvolvido pela Câmara Americana de Comércio para o Brasil (Amcham), em parceria com o ICC Brasil, tratou de como será a participação do País na próxima Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP-28), a ser realizado no fim de novembro em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Casagrande participou do painel “A agenda climática e as iniciativas do Consórcio Brasil Verde” e abordou as iniciativas que devem ser levadas à COP-28 pelo consórcio presidido por ele, que visa à articulação internacional dos Estados e à organização das ações internas desses entes subnacionais na área ambiental.

“Nós estamos levando governadores, pesquisadores e técnicos. Vamos coordenar 16 painéis dentro do que o Brasil vai executar. Então, a ideia é que a gente possa ter, de fato, uma presença do País mais articulada este ano com a posição tomada pelo Governo Federal e com a participação dos três níveis da Federação e também do setor empreendedor. O Brasil tem muito a apresentar, bem como muito o que assumir de responsabilidade”, pontuou o mandatário capixaba.

O governador prosseguiu: “Os estados também não podem ficar apenas esperando as ações do Governo Federal. É preciso assumir a responsabilidade com obras de adaptação, controle de desmatamento e a construção de planos de mudanças climáticas e de neutralidade de carbono. Que tenhamos a capacidade de colocar esses temas em debate e em execução. Precisamos ser práticos.”

Em sua fala, Casagrande também listou algumas iniciativas do Governo do Estado na área ambiental que fazem o Espírito Santo ser uma referência nacional.

“Temos nosso Plano de Mudanças Climáticas, vamos iniciar o Plano de Neutralidade de Carbono e criamos o Fundo Cidades com foco em obras de adaptação às mudanças climáticas. Além disso, fomos o primeiro estado a ter um Fundo Soberano, que utiliza os recursos de combustíveis fósseis para investir em fontes de energia renovável, inovação e tecnologia. Estamos fazendo o dever de casa, assim como outros estados. Acredito que, juntos, os três níveis da Federação, podem atingir as metas mais rapidamente”, completou.

O governador do Espírito Santo participa da COP-28 entre os próximos dias 1º e 4 de dezembro. Casagrande também representou o Consórcio Brasil Verde nas últimas duas edições da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, a COP-26 realizada em novembro de 2021 em Glasgow, na Escócia, e na COP-27, ocorrida no ano passado, em Sharm el-Sheikh, no Egito.

O vice-governador e secretário de Estado de Desenvolvimento, Ricardo Ferraço, também participou da reunião do #BPMA. “A emergência da crise climática torna mais urgente e pré-requisito para novos investimentos, o compromisso com o meio ambiente, a descarbonização e a transição energética impõem mudanças rápidas e profundas nos modelos de negócio e nos requisitos de competitividade de empresas e territórios. Também se faz urgente o aumento da consciência planetária de que o desenvolvimento econômico tem que andar de mãos dadas com compromissos ambientais, de governança e sociais”, comentou.

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Governo
Giovani Pagotto
(27) 98895-0843