Homem é preso e amarrado por moradores após agredir funcionária de posto em Vila Paulista

0

91

Um homem desconhecido, aparentando aproximadamente ter 40 anos, foi caçado, preso e amarrado a um poste no centro de Vila Paulista, interior de Barra de São Francisco, na manhã desta quarta-feira, 09 de julho de 2014, depois de ter agredido uma funcionária do posto de combustíveis Granitos, de nome Lucimar.

Segundo relatos de testemunhas, um morador desconfiou que algo de errado estava acontecendo no posto de combustíveis e entrou no local de trabalho da moça. O desconhecido ao perceber a presença, saiu correndo em direção a um matagal. Perseguido por moradores por cerca de dois quilômetros, foi pego e amarrado a um poste em frente ao Supermercado Amigão, até que a polícia chegasse para leva-lo preso.

Segundo a funcionária do posto, o desconhecido a agrediu puxando o seu cabelo e a forçou a entrar no escritório, depois der ter sido barrado por ela.

Pessoas da comunidade que participaram da ação disseram que o desconhecido estava desarmado e aparentemente drogado, falava frases desencontradas. Ao ser pego, disse ser trabalhador e que não iria fazer mal algum a moça.

Pelo que foi apurado, o desconhecido se negou a revelar o seu nome, disse apenas que reside no município de Ecoporanga, que estava sendo perseguido por alguém e que havia brigado com sua esposa.

Outro fato curioso é que o agressor estava em uma moto Biz, carregava no compartimento de bagagem da motocicleta, duas pequenas cadelas que foram adotadas na hora pelos moradores.

Felizmente tudo terminou bem, mas ninguém sabe, até agora, de fato o que o homem pretendia. O homem foi preso pela polícia que o encaminharam para prestar depoimento na Delegacia de Barra de São Francisco.

Por: Cleber Sabino

901 92 95