Idoso é resgatado em condição análoga à de escravo no ES

0

A Polícia Federal prendeu um dos suspeitos na manhã desta terça-feira (19); vítima teria trabalhado por 15 anos sem salário fixo

Foto: Divulgação / Polícia Federal

Pai e filho são alvos de uma operação da Polícia Federal na cidade de Presidente Kennedy, litoral sul do Espírito Santo, suspeitos de manterem um idoso, de 71 anos, em condição análoga à de escravo e coação de testemunhas.

São quatro mandados de busca e apreensão sendo cumpridos na cidade ao longo da manhã desta terça-feira (19). Um dos suspeitos foi preso em flagrante por posse irregular de arma e munição.

O idoso foi resgatado em maio deste ano com lesão na perna e em condição degradante. Ele trabalhou por cerca de 15 anos sem receber salário fixo, apenas uma quantia em dinheiro para sobreviver.

A vítima também teve todos os documentos e cartão bancário retidos pelo empregador, que também se apoderava do benefício previdenciário pago ao idoso.

Além disso, no decorrer da investigação, um dos investigados teria coagido testemunhas em razão dos depoimentos prestados na Polícia Federal.

Caso condenados, os investigados poderão responder pelos crimes de redução a condição análogo à de escravo, crimes previstos no estatuto da pessoa idosa e coação de testemunha no curso da investigação. As penas máximas somadas podem chegar a 19 anos.