Oposição diz que ataque com armas químicas matou 650 na Síria

0

130821105832_syria_304x171_bbcUm ataque com armas químicas nesta quarta-feira matou centenas de pessoas próximo à Damasco, a capital da Síria, segundo ativistas de oposição.

A principal aliança de oposição na Síria afirma que mais de 650 pessoas foram mortas. Os dados não puderam ser confirmados de forma independente.

Eles dizem que foguetes com componentes tóxicos foram lançados contra o subúrbio de Ghouta, em um ataque de forças do governo contra rebeldes. Afirmam ainda que há mortos também nas regiões de Irbin, Duma e Muadhamiya.

A agência estatal Sana nega a informação, e diz que a notícia tem como objetivo distrair a atenção de inspetores de armas da ONU.

Caso confirmado, o número de mortos é muito superior a outros supostos ataques do tipo.

130818122543_sirios_refugiados_464x261_acnurunhcr_nocredit

O diretor da comissão da ONU de inspeções de armas químicas, Ake Sellstrom, disse que viu vídeos dos supostos ataques.

“Parece-me que é algo que precisamos investigar”, disse ele à agência sueca de notícias TT.

Essa decisão, no entanto, precisaria ser tomada pelo secretário-geral da ONU a pedido de algum país.