Papiloscopia: irmão se passa por outro para não ser preso, mas acaba sendo descoberto pela Polícia Civil de Barra de São Francisco

0

fonte/site barra

SAM_3690 SiteBarra+Barra+de+Sao+Francisco+images20Após trabalho investigativo, a papiloscopista de Barra de São Francisco, Leuzina Aguiar, juntamente com os delegados Dr. Juliano Batista e Dr. Rodrigo da Silveira, e investigadores, descobriram que um cidadão foi acusado de crime e se passou pelo irmão, mesmo o acusado negando a autoria.

O fato aconteceu entre os irmãosFabiano Martins dos Santos eReginaldo Martins dos Santos, que cumprem pena na penitenciária regional de Barra de São Francisco.

Dr. Juliano informou que é muito comum quando uma pessoa vai presa, se passa por alguma pessoa conhecida, principalmente por saber nome de pai, data de nascimento, entre outras informações. Fabiano se passou, em duas oportunidades – uma em furto e outra em um assalto a mão armada – como se fosse o irmão Reginaldo, que já estava preso por outros crimes, e acabou sendo penalizado por estes outros dois crimes.

A situação foi esclarecida graças ao laudo da perita papiloscopista, que fez a micro comparação e identificou o acusado.

O irmão que foi usado negava que tinha cometido os crimes anteriores e dizia que o irmão havia se identificado como ele. A confrontar as informações, o verdadeiro culpado acabou confessando o que foi descoberto através das impressões digitais . Foi verificado que o irmão realmente estava se passando por outro.

Papiloscopia

É a ciência que trata da identificação humana através das papilas dérmicas (saliências da pele) existentes na palma das mãos e na sola dos pés, também conhecida como o estudo das impressões digitais.

Papiloscopista é o nome dado ao profissional da papiloscopia.