Por irregularidades irreversíveis, Toninho Marinho renuncia ao cargo interino de prefeito de Água Doce do Norte

0

Com apenas menos de um mês em exercício, o vereador Antônio José Garcia, o Toninho Marinho (PR), entrou na manhã desta quinta-feira(7) com o pedido de renúncia ao cargo  interino de prefeito do município de Água Doce do Norte,  cargo este que assumiu após o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) cassar o mandato do então prefeito Adilson Cunha (PMDB), e da vice Betânia Oliveira (PR), por irregularidades nas eleições de 2012.Toninho

A justificativa de Toninho para o pedido é  que as irregularidades apontadas no órgão não lhe dão condições de trabalho. Esta constatação já havia sido feita na semana passada quando ele enviou ao Governo do Estado um documento relatando os problemas do município e pedindo orientação.

Toninho assumiu o cargo no dia 9 de julho,  e entre as irregularidades apontadas estão: suspensão sem justificativa das vigilâncias epidemiológica e sanitária; contratos de transportes de lixo, água, luz e telefone atrasados; rescisões de servidores demitidos não pagas; não pagamento de R$ 754 mil à Previdência Social (INSS)  e de R$ 86 mil ao Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep); além de  contratos de seguro da frota da prefeitura atrasados.

 Fui um prefeito tampão , sou amigo dele (Adilson), mas, se alguém vai ser prejudicado, esse alguém não pode ser eu. Não sei quem assume a prefeitura agora, mas eu não sou mais prefeito”“. Disse Toninho ao comentar o assunto à uma Rede de TV.

Segundo a Lei Orgânica do município, o cargo de prefeito agora deve ser ocupado pelo juiz da comarca, Edmilson Rosindo Filho. Caso isso não ocorra por algum motivo adverso o Governo do Estado deverá nomear um interventor.

Toninho Marinho volta aos trabalhos como Presidente da Câmara Municipal.