Servidor vacinado contra a covid vai ter de voltar ao trabalho presencial

0

Portaria estabelece prazos para servidores vacinados em primeira e segunda dose

Os servidores estaduais que fazem parte de algum grupo de risco e que já foram imunizados contra a covid-19 terão que retornar ao trabalho presencial a partir da próxima segunda-feira (10). A decisão foi publicada nesta sexta-feira (07), no Diário Oficial do Estado, por meio de uma portaria da Secretaria de Estado da Saúde.

A portaria estabelece que recebeu a vacina Covishield (Oxford/Fiocruz) deve retornar ao trabalho 28 dias após a aplicação da primeira dose. Já quem recebeu a vacina Coronavac (produzida pela Sinovac/Butantan) deve retornar 14 dias após a aplicação da segunda dose.

O servidor esteja impedido de retornar às atividades presenciais, por motivo de doença, a portaria estabelece que o mesmo seja submetido à perícia médica.

Quem já foi vacinado e cumpriu os prazos estabelecidos, tem que retornar ao trabalho presencial. “Em caso de não comparecimento passará a contar falta a partir desta data”, diz a portaria.

“O servidor com contraindicação médica para uso do imunizante contra a COVID-19 deverá apresentar laudo médico, para que, no que couber, seja providenciada a readequação setorial e/ou funções”, diz ainda a portaria.

Mesmo imunizados, os servidores que voltarem ao trabalho presencial deverão cumprir protocolos de segurança contra a covid como uso de máscaras. – O conteúdo do Tribuna Online é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Para compartilhar este conteúdo, por favor, use nossas ferramentas de compartilhamento oferecidas na página ou utilize o link https://tribunaonline.com.br/servidor-vacinado-contra-a-covid-vai-ter-de-voltar-ao-trabalho-presencial