Luciano envia para Câmara Projeto de Lei autoriza Comodato do Colégio Santa Terezinha para instalações das secretarias Municipais

0

DSC_0272

Ricardo Madureira texto/foto

Luciano convocou uma reunião extraordinária com os vereadores para esta quinta feira 31 de janeiro para apreciação de alguns projetos, que segundo ele são de extrema relevância para o município.

sdfsdfdsf

 Entre os projetos colocados para aprovação, esta o projeto de LEI Nº 03/2003 que autoriza o Município receber em Comodato Imóvel Urbano para Instalações de Secretarias e Órgãos da Administração Municipal, o imóvel referido é o tradicional Colégio das Irmãs o Santa Terezinha.

Segundo a atual administração são gastos mensalmente com locações de imóveis para funcionamento de secretarias e órgãos da administração cerca de (R$50.000,00 ) cinquenta mil reais, o comodato do prédio é de 01 ano

.Em matéria publicada com exclusividade no dia 08 de novembro de 2012 pelo site vox populi,  as conversações estariam adiantadas e toda a estrutura seria ocupada por secretarias municipais.

veja a mateira:

Administração Luciano Pereira pretende comprar antigo Colégio Santa Terezinha

As instalações atuas da UNESF que ocupam a área onde funcionou o tradicional Colégio das Irmãs o Santa Terezinha, deverá ser ocupado pela futura administração municipal, tendo como prefeito o deputado estadual Luciano Pereira. De acordo com informações obtidas junto a pessoas ligadas ao novo administrador municipal, que deverá tomar possem em 1º de janeiro do próximo ano, as conversações estariam adiantadas e toda a estrutura será ocupada por secretarias municipais.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Hoje, a Prefeitura Municipal possui diversos órgãos administrativos, funcionando em imóveis alugados e dispersos em vários pontos da sede do município. Com a possibilidade de aquisição do antigo Santa Terezinha, a Prefeitura concentraria em um só local, vários desses órgãos e não se descarta até a instalação do gabinete municipal, onde o prefeito Luciano Pereira estaria mais próximos das principais secretarias.

A UNESF faria a cessão da estrutura mediante pagamento que giraria bem próximo de R$ 3 milhões. Como passa por dificuldades de implantação de cursos de ponta e que atrairiam as pessoas para as suas salas, inclusive situação agravada pelas demais faculdades que funcionam no município, já se sabe que o responsável pela estrutura em questão, Claudemar José Fiorotte já acenou favoravelmente a um acordo de venda do imóvel ou no mínimo para aluguel de diversas salas para a Prefeitura.

Carlos Madureira * texto/fotos divulgação