Reviravolta: Mulher é presa suspeita da morte do marido em apartamento no ES

0

A mulher primeiro alegou que o crime havia sido praticado por um invasor. O caso aconteceu em Novo México

Victor Glicério dos Santos tinha 39 anos

Após o assassinato de um homem dentro de um apartamento, no bairro Novo México, em Vila Velha, a mulher dele, de 33 anos, foi presa em flagrante pelo crime. O caso aconteceu na madrugada desta quinta-feira (16). A vítima foi identificada como Victor Glicério dos Santos, 39 anos.

Inicialmente, segundo a polícia, a mulher informou que um homem havia praticado o homicídio. Após ser acionada por vizinhos, que ouviram diversos gritos vindos do apartamento, a Polícia Militar foi até o im´´ovel, uma quitinete, de onde uma mulher saiu correndo ensanguentada e com ferimentos no braço.

>> Quer receber nossas notícias 100% gratuitas? Participe da nossa comunidade no WhatsApp ou entre no nosso canal do Telegram!

Para os militares, a mulher informou que um homem teria invadido o prédio e subido até o terceiro andar, onde fica a quitinete.

Ela alegou ainda que a invasão aconteceu enquanto ela dormia com o companheiro. Victor foi esfaqueado cinco vezes e foi encontrado pela polícia já sem vida no banheiro do local.

A mulher apresentava ferimentos no corpo e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado. Ela foi encaminhada para o Hospital Antônio Bezerra de Faria.

Suposto invasor negou o crime 

As informações foram apuradas pela reportagem da TV Vitória/Record. Segundo a apuração, policiais estiveram no hospital e conversaram com a mulher, que alegou inicialmente ter sobrevivido ao ataque do invasor.

Ela relatou ter conhecido o suspeito do crime há cerca de 15 dias, quando dividiu uma corrida de aplicativo. Apesar das afirmações, militares descobriram que os dois se conheciam há cerca de quatro meses.

Já no final da manhã desta quinta-feira, o suspeito apontado pela mulher como invasor se apresentou na delegacia e negou ter tido participação no crime.

Também ainda pela manhã, a polícia prendeu a mulher por ligação com o assassinato. Ela teria confessado o crime, mas o caso ainda segue sob investigação. A polícia não deu mais detalhes sobre o crime nem mesmo a motivação.

Relacionamento conturbado 

Victor e a mulher mantinham um relacionamento amoroso há dois anos. Segundo a TV Vitória/Record, no site do Tribunal de Justiça é possível encontrar uma medida protetiva contra Victor, concedida à mulher no último 4 deste mês. O homem, porém, teria voltado a procurá-la.

A equipe de reportagem esteve no local e conversou com uma moradora, que preferiu não se identificar. Segundo ela, o casal brigava de maneira constante.

“Quando acontecia briga entre eles, eu não escutava a voz dele, porque ele era mais calmo. Mas há relatos de violência. Nessa madrugada eu ouvi barulho de vidro, a vizinha gritando ‘Para, para!’. Depois ela começou a gritar para ele acordar, dizendo que ele não podia dormir”, contou.

Em nota, a Polícia Civil informou que o corpo foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML), em Vitória, para ser necropsiado e, posteriormente, liberado para sepultamento para os familiares.

A mulher foi conduzida à Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vila Velha. A Polícia Civil informou que a ocorrência ainda está em andamento.

*Com informações da repórter da TV Vitória / Record, Keila Lopes.