Vaqueiro amarra mulher pelos pés,tenta matá-la,só não conseguiu devido o pedido do filho pequeno

0

mulher amarradafonte/ voz da Barra

O vaqueiro Wanderson da Silva Dias,33 anos,residente no Córrego do São João Barra de São Francisco,sempre ouvia falar mais não sabia na real que a Lei Maria da Penha era firme e tudo iniciou quando por volta das 08:30 desta terça-feira(09 de julho de 2013)agrediu fisicamente sua sua esposa Benedita Aparecida de Souza,29 anos.O vaqueiro chegou em casa e começou agredir a esposa,jogou-a no chão e ainda a amarrou pelos pés com uma corda e ameaçou matá-la com um machado,só não conseguiu devido os pedidos,gritos e choros do filhinho de um ano e nove meses que falava:”Papai não mata a mamãe não” e por ter parado uma carreta no local,o vaqueiro decidiu desamarrá-la e disse para ela sair se não iria matá-la,momento que a vítima foi para casa de uma vizinha e pediu por socorro.

Quando os militares Sargento Lima e Cabo Abelha chegaram no local o acusado já havia se evadido e foi encontrado 03 pássaros azulões,04 trinca ferros e dois papagaios o que acarretaria para o acusado o total de 27 mil reais só na irregularidade dos pássaros que estavam sendo mantidos presos e para cada pássaro em extinção 5 mil reais de multa e para os pássaros que não estão em extinção 500 reais de multa mínima,segundo informações de sargento Bley e cabo Tresman da ambiental.

O delegado aguarda para que o acusado se apresente por livre vontade para narrar sua versão do fato ocorrido.