População veneciana aprova Centro de Comercialização de produtos orgânicos

0


Inaugurado há cerca de seis meses, o Empório Veneciano hoje já é considerado pelo público um local ideal para as compras de produtos provenientes da agricultura orgânica, indústria caseira e artesanato, além de plantas ornamentais.

Na loja, que fica situada na Praça do Granito, o cliente encontra quase todos os tipos de verduras, legumes, cereais e frutas. Mas o diferencial é que tudo é produzido sem nenhum tipo agrotóxico e o preço é compatível com o de mercado.

A Associação Veneciana de Agroecologia (AVA), que é a responsável pela comercialização dos orgânicos, recebeu um certificado de qualidade expedido pelo Ministério da Agricultura. De acordo com José Luis Pilon, um dos responsáveis pelo Centro, os membros da Associação estão satisfeitos. “A atual administração, através do prefeito Wilson Japonês, além de disponibilizar o espaço ainda contratou um profissional para dar suporte aos comerciantes. Isso foi um grande apoio que está servindo de renda para várias famílias”, completa.

A novidade vem fazendo sucesso entre os populares e alguns clientes, já considerados fiéis, vão quase todos os dias ao local. Somente através da comercialização de produtos orgânicos o local movimente hoje cerca de R$ 8.000,00 por mês.

Uma oportunidade única que o setor nunca teve em Nova Venécia. Para o Secretário Municipal de Cultura e Turismo, Otamir Carloni, as vantagens são inúmeras: “além de estar oferecendo produtos culturais e turísticos do próprio município, o local serve ainda como fonte de emprego e renda para várias famílias”.

Além da AVA, atuam também no Centro as seguintes associações: ArtBoa, Artenova, Agronova e a Associação dos Produtores de Plantas Ornamentais